Início / Agenda / Vinhos da Borgonha, os mais caros do Mundo, na Garrafeira Nacional

Vinhos da Borgonha, os mais caros do Mundo, na Garrafeira Nacional

Os Vinhos da Borgonha, os mais caros e disputados do Mundo, vão estar na Garrafeira Nacional, dia 9 de Maio, das 19 às 20 horas, na Loja da Conceição, em Lisboa.

A produtora e gestora do Domaine Bohrmann, Sophie Bohrmann, ao longo de uma hora, vai comentar e dar a provar os seus elegantes vinhos.

“Preços quase bizarros”

Nenhuma outra região do Mundo produz vinhos tão caros e disputados, como a Borgonha. A ascensão dos seus vinhos um pouco por todo o Mundo tem sido de tal forma extraordinária que algumas marcas atingem preços quase bizarros.

É, por isso, uma prova verdadeiramente única aquela que a Garrafeira Nacional promove.

Sem igual no Mundo, os vinhos da Borgonha são autênticas preciosidades. Fácil de entender, a razão da sua qualidade reside na essência da matéria-prima, as uvas, que pela interacção singular de três factores: solo, declive e condições climáticas, têm as condições perfeitas para a produção de magníficos vinhos.

Unindo a este magnífico terroir, a experiência acumulada e know-how de gerações de talentosos produtores, fazem dos vinhos Domaine Bohrmann uma referência na Borgonha e no Mundo.

Amplamente apreciados, com prémios e elogios constantes da crítica internacional, os vinhos Domaine Bohrmann deverão ser provados pelo menos uma vez na vida.

Vinhos em prova:

  • Domaine Bohrmann – Mersault Clos du Cromin 2011
  • Domaine Bohrmann – Pouligny Montrachet Grand Champs 2013
  • Domaine Bohrmann – Pouligny Montrachet Premier Cru La Garenne 2016
  • Domaine Bohrmann – Pommard Premier Cru La Chaniere 2011
  • Domaine Bohrmann – Gevrey Chambertin 2013
  • Domaine Bohrmann – Saint Aubin Premier Cru En Remilly 2015

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Produtores de sementes para produção de rebentos têm de estar registados na DGAV. Já conhece as novas regras?

Os estabelecimentos que produzem rebentos têm de ser aprovados pela  DGAV – Direcção Geral de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.