Início / Política / Ambiente / Setúbal, Almada e Seixal apoiam Amarsul na recolha selectiva de vidro

Setúbal, Almada e Seixal apoiam Amarsul na recolha selectiva de vidro

A Câmara Municipal de Setúbal aprovou ontem, 7 de Fevereiro, em reunião pública, a ratificação de um protocolo de colaboração com a Amarsul e os municípios do Seixal e de Almada para a dinamização de um projecto de recolha selectiva de vidro.

Um dos principais objectivos do projecto passa pelo reforço da rede de vidrões no canal Horeca.

A parceria destina-se ao desenvolvimento do projecto “Recolha de Vidro – Quem e Quanto”, que visa reforçar a rede de recolha selectiva deste tipo de resíduo urbano, candidatado a financiamento comunitário através do PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Objectivos

O projecto, que junta os municípios de Setúbal, Almada e Seixal, é impulsionado pela Amarsul e enquadra-se na estratégia e nos objectivos de dois planos de acção da empresa (PERSU 2020 e PAPERSU) assim como na ENEA 2020 – Estratégia Nacional de Educação Ambiental, ao abrigo do eixo temático “Tornar a Economia Circular”.

O projecto “Recolha de Vidro – Quem e Quanto” está orçado em 326.578 euros, valor a que acresce o IVA. “Da parte dos municípios não será necessário efectuar qualquer investimento, uma vez que o mesmo será integralmente assegurado pela Amarsul, no âmbito da candidatura”, indica a deliberação.

Um dos principais objectivos do projecto passa pelo reforço da rede de vidrões no canal Horeca, que diz respeito aos pontos de recolha em estabelecimentos comerciais, com a instalação de contentores com sistema autónomo de basculamento, dotados de 120 litros de capacidade de armazenamento.

Controlo automático

Neste projecto vai ainda ser possível promover o controlo automático de acesso aos contentores, para identificação do estabelecimento utilizador e monitorização do nível de enchimento para cálculo das quantidades depositadas, e fomentar uma forma de incentivo a atribuir aos estabelecimentos comerciais pela colaboração, explica fonte da autarquia de Setúbal.

“Este projecto, enquanto acção inovadora de recolha selectiva, visa a promoção do aumento da consciência colectiva para a prevenção de resíduos e o aumento efectivo da recolha selectiva de embalagens de vidro para reciclagem”, destaca a deliberação da Câmara Municipal de Setúbal.

O “Recolha de Vidro – Quem e Quanto” pretende motivar a população para a adopção de comportamentos ambientalmente correctos e transmitir uma mensagem de valorização de resíduos, em concreto o facto de o resíduo ser um recurso com valor.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Jorge Tomás Henriques reeleito para novo mandato à frente da FIPA

Jorge Tomás Henriques foi reeleito presidente da FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-alimentares nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *