Início / Empresas / Santander Totta lucra 331,9 milhões de euros até Setembro

Santander Totta lucra 331,9 milhões de euros até Setembro

Os resultados líquidos do Banco Santander Totta no final de Setembro cresceram 13% face ao ano anterior, atingindo 332 milhões de euros. “Continuámos a apoiar a economia portuguesa, como evidenciam as nossas quotas de mercado de produção de novos empréstimos a empresas, e para habitação, que alcançaram 17% e 21%, respectivamente, no final de Agosto. Nos recursos, prosseguindo uma política de diversificação das aplicações dos clientes, registou-se um acentuado crescimento dos recursos fora de balanço, em particular um aumento anual de 16,6% em seguros e fundos de investimento”, afirma o presidente executivo do Santander Totta, António Vieira Monteiro.

Os recursos do Santander Totta crescem 1% nos últimos 12 meses, situando-se em 32,4 mil milhões de euros. Este crescimento foi impulsionado pela subida anual de 16,6% em fundos e seguros comercializados pelo banco. Os depósitos totalizaram 27,6 mil milhões de euros, diminuindo 1,3% em relação ao período homólogo.

Quanto às comissões, subiram 4,7% em relação a Setembro de 2016, reflectindo a maior vinculação e transaccionalidade dos clientes, enquanto a margem financeira registou um decréscimo de 6,0% em virtude de reajustamentos ocorridos na carteira de dívida pública.

Por outro lado, “conseguimos reduzir os custos operacionais recorrentes em 7,3% e, fruto de uma gestão criteriosa e prudente dos riscos, as imparidades e provisões diminuíram 53% face ao período homólogo”, acrescenta António Vieira Monteiro, realçando “uma palavra também para sublinhar o crescimento da transaccionalidade dos nossos clientes, derivada principalmente do crescimento de 32% dos clientes do Mundo 1|2|3 no exercício, o que contribuiu para um aumento de 4,7% nas comissões, bem como o crescimento de 31% em clientes digitais, o que atesta bem a adequação da nossa estratégia de transformação digital e a progressiva adaptação do Santander Totta aos novos hábitos bancários dos clientes.

Rating

O rácio CET 1 (phased-in) ascendeu a 16,6%, e o rácio CET 1 (fully implemented) foi de 16,5%, valores acima dos requisitos mínimos exigidos pelo BCE. Em Setembro, a S&P subiu o rating do Banco Santander Totta para BBB- e a Moody’s reafirmou o rating do banco após a aquisição do Banco Popular Portugal. As actuais notações de rating da dívida de longo prazo do Banco Santander Totta em comparação com os níveis da República Portuguesa são as seguintes: Fitch – BBB (Portugal – BB+); Moody’s – Ba1 (Portugal – Ba1); S&P – BBB- (Portugal – BBB-); e DBRS – BBBH (Portugal – BBBL).

O Banco Santander Totta foi reconhecido mais uma vez, pela sua solidez com o galardão do “Banco Mais Seguro em Portugal 2017” e o “Melhor Private Bank em Portugal 2018”, atribuído pela revista norte-americana Global Finance. Ao longo do ano, o banco foi distinguido como “Melhor Banco em Portugal em 2017”, pela revista Euromoney. A mesma publicação distinguiu também o Banco Santander como o “Melhor Banco do Mundo para as Empresas”. Também a publicação Global Finance reconheceu o Santander Totta como “Melhor Banco em Portugal 2017”.

Estas distinções juntam-se a outras já recebidas para diferentes áreas de negócio do banco, entre elas, “Melhor Private Banking Services Overall 2017” em Portugal, pela revista Euromoney e o “Melhor Trade Finance Provider 2017” em Portugal, pela revista Global Finance.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

IFAP esclarece candidaturas apoios do VITIS nas áreas afectadas pelos incêndios

O IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas emitiu hoje uma nota explicativa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *