Início / Mar / Ambiente / Porto de Lisboa geriu sete mil toneladas de resíduos em 2018

Porto de Lisboa geriu sete mil toneladas de resíduos em 2018

O Porto de Lisboa, no dia em que se comemora o dia Mundial do Ambiente, divulga o balanço dos resíduos que geriu em 2018, quase sete mil toneladas, englobando a gestão de resíduos de navios e a limpeza urbana.

O Porto de Lisboa é responsável pela gestão dos resíduos produzidos pelos navios, garantindo o seu encaminhamento até destino final adequado, por operadores devidamente autorizados.

Ao cais ou ao largo, são disponibilizados os meios portuários necessários para recepção de resíduos, de modo a reduzir as descargas ilegais de resíduos no mar e incentivar a maximização da reciclagem.

Conservação da natureza

Recorde-se que o Porto de Lisboa está situado num dos maiores e mais ricos estuários da Europa, no que respeita aos valores naturais e está abrangida por diversos estatutos de conservação da natureza:

  • A nível nacional – como Área Protegida – Reserva Natural do Estuário do Tejo;
  • A nível comunitário:
    – Sítio da Rede Natura 2000
    – Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo
    Pela ocorrência de Habitats a preservar no âmbito da Directiva Habitats Sítio de Importância Comunitária
    E como local integrante da Rede de Reservas Biogenéticas do conselho da Europa;
  • A nível internacional – como local integrado na Lista de Sítios da Convenção de RAMSAR relativa às Zonas Húmidas de Importância Internacional, especialmente como habitat de aves aquáticas.

Atitude pro-activa

Grande parte da área operacional portuária de Lisboa localiza-se na zona central da capital. A área de jurisdição portuária confina com os territórios de onze municípios, que circundam o estuário do Tejo: Alcochete, Almada, Barreiro, Benavente, Lisboa, Loures, Moita, Montijo, Oeiras, Seixal e Vila Franca de Xira.

“A Administração do Porto de Lisboa adopta uma atitude pro-activa de conciliação da sua actividade e dos seus projectos de desenvolvimento e expansão, com os interesses das populações vizinhas e da conservação da natureza, actuando ao nível estratégico”, afirma um comunicado da infra-estrutura portuária.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Ana Paula Vitorino despede-se do Ministério do Mar. Leia aqui o balanço do mandato

Ana Paula Vitorino vai ser substituída na liderança da pasta do Mar por Ricardo Serrão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.