Início / Agenda / Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa. Já se inscreveu?

Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa. Já se inscreveu?

O X Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa realiza-se de 14 a 16 de Maio de 2019, no Instituto Superior Técnico (IST), em Lisboa. Se quer participar, saiba que as inscrições ainda estão abertas, aqui.

Programa técnico

Explica a organização do Congresso que a crescente consciencialização das populações para os problemas de erosão costeira pressiona os órgãos de planeamento e gestão para a necessidade de tomada de decisões. A comunidade científica deve desenvolver-se no sentido de apoiar e sustentar tecnicamente estas decisões.

Programa social

Será realizada uma visita técnica às instalações da Administração do Porto de Lisboa do Poço do Bispo, seguida de visita às intervenções de defesa costeira na Costa da Caparica, jantar e retorno a Lisboa, de cacilheiro.

O Congresso incluirá ainda uma sessão de boas-vindas.

Informações mais completas são disponibilizadas no site do congresso, aqui.

Organização

O evento, organizado pela Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), Associação Brasileira de Recursos Hídricos, a Associação Aquashare Moçambique e da Associação Moçambicana de Avaliação de Impacto Ambiental, conta com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

Desafios para a próxima década

O congresso tem como tema principal “Os desafios para a próxima década: monitorização e adaptação” e o objectivo de promover a partilha do conhecimento entre investigadores e gestores das zonas costeiras dos diversos países de expressão portuguesa.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGAV promove Concurso de Fotografia sobre a actividade veterinária

A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária promove, até 30 de Setembro 2019 um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.