Início / Agricultura / ISQ promove agricultura inteligente através do uso de satélites na luta contra a Xyllela fastidiosa

ISQ promove agricultura inteligente através do uso de satélites na luta contra a Xyllela fastidiosa

O ISQ acaba de lançar um sistema integrado de suporte à decisão para uma agricultura sustentável que ajuda a realizar acções preventivas, integrando métodos de Observação da Terra via satélite e Data Science.

Este inovador projecto que se designa de “InteliCROP” está integrado na iniciativa da Agência Espacial Europeia “ESA SMALL ARTES” e é financiado pelo IPN – Instituto Pedro Nunes, com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e Anacom — Autoridade Nacional de Comunicações.

“O ISQ é o único parceiro português do projecto, sendo responsável pela criação e teste de algoritmos de inteligência artificial para analisar dados de satélite. Esta análise tem o objectivo de prever o aparecimento ou a disseminação da Xylella no olival, um problema muito crítico nas culturas europeias”, explica Pedro Matias, presidente do ISQ.

Para o desenvolvimento desta iniciativa e sua dinamização, o ISQ conta com o suporte da Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas, Herdade do Esporão e IRTA – Instituto Espanhol de Investigação e Tecnologia Agroalimentar.

Variáveis climáticas

O objectivo é descobrir padrões e correlações em variáveis climáticas e agronómicas que de outra forma seriam muito difíceis de detectar pela análise humana convencional ou por modelos analíticos, permitindo agora agir, por exemplo, contra problemas fitossanitários.

O sector agrícola enfrenta vários desafios relacionados com a crescente variabilidade das condições climáticas, directamente associadas à dinâmica do crescimento das culturas, saúde das mesmas, doenças e efeitos de pragas.

O InteliCROP “vai fornecer recursos e serviços tecnológicos para apoio à decisão com vista a uma agricultura sustentável. Isto é possível ao analisar informações e previsões sobre a produção e a saúde das culturas, com tempo de decisão adequado bem como planos de contingência”, complementa Pedro Matias.

A estrutura de suporte à decisão InteliCROP é desenvolvida integrando as capacidades dos métodos e dados de observação da terra com modelação predictiva a partir de métodos de inteligência artificial, para procurar padrões e correlações em variáveis agroclimáticas específicas, possibilitando o mapeamento de ocorrências agrícolas.

Aposta no sector agrícola

O ISQ tem vindo a apostar no sector agrícola e agroindustrial “pois é um sector que tem hoje em dia uma forte pressão, seja por via do crescimento da população mundial, seja por via da necessidade de desenvolver soluções inovadoras no quadro do desenvolvimento sustentável e das crescentes preocupações ambientais e por isso precisa de inovar. Este projecto, juntamente com a criação do primeiro Hub Digital para a Agricultura em Portugal é um bom exemplo disso”, esclarece o presidente do ISQ.

Portugal pode hoje em dia “liderar este processo de transformação digital do sector primário pois é um óptimo local para desenvolver vários projectos piloto que depois podem ser facilmente exportados e internacionalizados”, conclui Pedro Matias.

 

Verifique também

Governo dos Açores promove formação a colaboradores do projecto Life Vidalia

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, através da Direcção Regional do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.