Início / Agricultura / Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 30 Setembro a 6 Outubro 2019

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 30 Setembro a 6 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

As cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12 a 24 meses, de raça Turina e cruzado de Charolês, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região do Entre Douro e Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. Mantém-se a entrada de carne oriunda do mercado externo, principalmente de Espanha. Estabilidade de cotações nas duas áreas de mercado desta região, Entre Douro e Minho e Ribadouro.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta foi relativamente fraca e a procura fraca nas três áreas de mercado, Aveiro, Coimbra e Viseu.

A procura e o consumo mantêm-se em queda como se tem vindo a registar nas últimas semanas. Verificou-se estabilidade nas cotações em todas as categorias e áreas de mercado.

Na Beira Interior a oferta de bovinos foi relativamente abundante na área de mercado de Castelo Branco e Guarda; a procura foi média em ambas as áreas de mercado. As cotações mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de bovinos foi média e a procura relativamente fraca. As cotações mantiveram-se estáveis em todas as categorias de animais.

Alentejo

No Alentejo a oferta e a procura de bovinos foi média nas áreas de mercado de Alentejo Litoral, Estremoz, Alentejo Norte e Elvas. Com excepção da área de mercado de Évora e Beja, em que foi abundante a oferta e a procura média.

Na área de mercado de Évora a vitela/o de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 5 cêntimos/Kg na cotação máxima.

Na área de mercado de Estremoz o novilho de 12 a 24 meses cruzado de Charolês desceu 30 cêntimos/Kg na cotação mínima, 20 cêntimos/Kg na cotação máxima e 20 cêntimos/Kg na cotação mais frequente.

A vaca de abate cruzado de Charolês desceu 20 cêntimos/Kg na cotação máxima e 10 cêntimos/Kg na cotação mais frequente. A vitela de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 10 cêntimos/Kg na cotação mínima e 5 cêntimos/Kg na cotação mais frequente.

O vitelão fêmea de 8 a 12 meses cruzado de Charolês subida de 90 EUR/UND. na cotação mínima, 100 EUR/UNID. na cotação máxima e 50 EUR/UNID. na cotação mais frequente. Por fim o vitelão macho de 8 a 12 meses cruzado de Charolês subiu 150 EUR/UNID. na cotação máxima e 60 EUR/UNID.na cotação mais frequente.

Beja

Na área de mercado de Beja, as vitelas/os de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceram 5 cêntimos/Kg na cotação mais frequente. Na área de mercado do Alentejo Norte, o novilho de 12 a 24 meses cruzado de Charolês desceu 10 cêntimos/Kg na cotação máxima. O vitelão macho de 8 a 12 meses cruzado de Charolês teve uma subida de 10 EUR/UNID na cotação mais frequente.

Elvas

Na área de mercado de Elvas os novilhos/as de 12 a 24 meses cruzado de Charolês desceu 5 cêntimos/kg na cotação máxima. A vitela de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 20 cêntimos/Kg na cotação mínima e 10 cêntimos/Kg na cotação mais frequente.

O Vitelo de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 30 cêntimos/Kg na cotação mínima, 10 cêntimos/Kg na cotação máxima e 10 cêntimos/Kg na cotação mais frequente.

A tendência da Bolsa do Bovino foi de manutenção de cotações em todas as categorias.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Investigação da Universidade de Aveiro. Musgos têm papel essencial na gestão de solos queimados

Os musgos têm um papel fundamental na conservação do solo afectado por um incêndio florestal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.