Início / Agricultura / CA abre linha de crédito de mais de 2 M€ para produção de cana-de-açúcar na Madeira

CA abre linha de crédito de mais de 2 M€ para produção de cana-de-açúcar na Madeira

A Secretaria Regional de Agricultura e Pescas da Madeira e o Crédito Agrícola assinam manhã, 29 de Agosto, um protocolo para disponibilização de meios financeiros no âmbito da linha de crédito da cana-de-açúcar. A cerimónia terá lugar nas instalações da Secretaria, no Funchal, pelas 12 horas, e conta com o secretário Regional de Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos. A taxa de juro é bonificada a 100% e suportada na totalidade pelo Governo Regional da Madeira.

Fonte do Crédito Agrícola explica que este é “um protocolo celebrado entre o Crédito Agrícola e o Governo Regional da Madeira para apoio às empresas de transformação de cana-de-açúcar para a campanha 2017/2018 através da antecipação dos apoios comunitários em condições preferenciais a este sector de actividade”.

Características da linha

Esta linha de crédito tem um montante global de 2,348 milhões de euros, tendo como beneficiários empresas de transformação de cana-de-açúcar da Região Autónoma da Madeira. O prazo das operações termina a 30 de Junho de 2018.

A taxa de juro deste financiamento é calculada através da taxa Euribor a 6 meses, à qual se deverá somar um spread máximo até 1,95%. A taxa de juro é bonificada a 100% e suportada na totalidade pelo Governo Regional da Madeira.

Para o efeito, as empresas beneficiárias desta linha só têm que contactar o Crédito Agrícola – agência do Funchal – para obter mais informações, sendo que em qualquer dos casos, a aprovação das operações está sempre sujeita à prévia análise de risco da Caixa Central.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Plano de investimentos dos Açores para 2018 afecta 170 M€ à agricultura

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas açoriano, João Ponte, afirmou, em Angra do Heroísmo, …

4 comentários

  1. Não havia uma foto dos Engenhos que existem na Madeira? Com maquinaria e condições de higiene. Tinham que colocar uma foto tirada do Google que não corresponde em nada à realidade madeirense. É mesmo para dar a ideia que na Madeira é tudo 3ª mundo. Tristeza….

    • CarlosCaldeira

      Bom dia. Não temos mesmo fotos. Mas vou procurar no Governo Regional. Não foi intencional. E é verdade, não corresponde à realidade da Madeira. Eu sei que vivi um ano no Funchal 🙂

    • CarlosCaldeira

      Já está alterada, com uma foto bem mais bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *