Início / Agricultura / Manual de Substâncias Indesejáveis nos alimentos para animais. Leia aqui

Manual de Substâncias Indesejáveis nos alimentos para animais. Leia aqui

O “Manual de Substâncias Indesejáveis” nos alimentos para animais é um dos vários documentos que resultantes do projecto SANAS — Estratégia para a melhoria da Segurança Alimentar, Nutrição Animal e Sustentabilidade na alimentação animal na região do Alentejo, promovido pela IACA — Associação Portuguesa dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais.

O projecto SANAS, financiado pelo Alentejo 2020 e realizado a partir da sua delegação em Santarém, teve como “objectivo reforçar a segurança alimentar ao longo da cadeia da alimentação animal, com impacto na segurança dos produtos de origem animal, visando o aumento da confiança dos consumidores na produção nacional, garantindo a sustentabilidade ambiental, económica e social da produção. Pretendeu-se ainda aumentar o conhecimento no sector, dotando-o de ferramentas mais sólidas, para se tornar mais qualificado, mais competitivo e mais sustentável”.

Para além das empresas sediadas no Alentejo, “o trabalho desenvolvido beneficiou todas as empresas que operam neste importante sector da alimentação animal, comprovado pelas respostas aos questionários enviados”, refere fonte institucional da DGAV — Direcção Geral da Alimentação e Veterinária, que colaborou e validou os vários guias e manuais.

Segurança dos alimentos

A política da União Europeia em matéria de segurança dos alimentos incide em quatro principais áreas de protecção, sendo elas a higiene dos produtos alimentares, a saúde animal, a fitossanidade e os contaminantes e resíduos.

O “Manual de Substâncias Indesejáveis” dedica-se, em particular, à última área e, concretamente, à garantia da segurança dos alimentos para consumo animal em relação aos contaminantes químicos constantes da legislação europeia.

O Manual encontra-se dividido em sete secções, de acordo com os grupos de substâncias indesejáveis constantes na Directiva 2002/32, cada uma com uma descrição do grupo de substâncias indesejáveis, das fases da cadeia em que podem ocorrer e respectivas formas de contaminação, bem como das medidas preventivas para evitar a contaminação dos alimentos para animais.

Em cada secção consta, igualmente, um conjunto de fichas técnicas que pretende reunir, de forma sucinta e clara, não só os limites máximos admissíveis de substâncias indesejáveis para as matérias-primas para alimentação animal e para os alimentos compostos, mas também os efeitos toxicológicos decorrentes da exposição e os impactos na saúde e bem-estar animal, saúde humana e no meio ambiente.

Pode ler o “Manual de Substâncias Indesejáveis” aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Armadilhas do Município de Montalegre já capturaram 14.801 vespas asiáticas em 2024

Partilhar              A Câmara Municipal de Montalegre tem em curso, desde inícios de Março, a nova campanha …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.