Início / Mar / Ambiente / Economia do Mar é uma das prioridades do Porto de Setúbal

Economia do Mar é uma das prioridades do Porto de Setúbal

Energias renováveis, transição energética, economia circular, inovação e tecnologia das cadeias logísticas nos transportes marítimos foram alguns dos temas discutidos no seminário “Encontro do Mar – História, Economia, Ambiente, Responsabilidade social”, evento organizado pela Aezulmar – Associação Economia Azul em parceria com a APSS — Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra e com a Câmara Municipal de Setúbal e que se realizou no âmbito das comemorações do Porto de Setúbal.

Carlos Correia, presidente da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, referiu que no ano em que comemora o seu centenário, o Porto de Setúbal afirma-se como “um porto moderno mas dono de uma história marcante para o desenvolvimento da região”, acrescentando que “assistimos a uma mudança de paradigma marcado pela necessidade de apostar fortemente no desenvolvimento sustentável e competitivo”.

Segundo Carlos Correia, é necessário “apostar na nova indústria verde, agregada a uma logística de ponta, onde a inovação é um factor transversal e potenciador de sucesso. Por outro lado, é preciso contribuir para o desenvolvimento da Economia do Mar, na procura incessante de um equilíbrio sustentável entre a actividade económica e a capacidade de preservar, a longo prazo, os ecossistemas marítimos, suporte dessa actividade, mantendo-os resilientes e saudáveis. Trata-se de assegurar um futuro que passa, inquestionavelmente, por perceber, respeitar e aproveitar o Mar”.

O Porto de Setúbal quer assumir-se como um pólo de desenvolvimento sustentável da actividade portuária e, simultaneamente, promover o crescimento económico, a economia azul, a inovação, a tecnologia e o bem-estar local, regional e nacional, refere uma nota de imprensa da APSS.

Neste sentido, o presidente da APSS reforçou e valorizou o “apoio dado pelo Município ao Porto de Setúbal”, assim como o contributo da Comunidade Portuária de Setúbal como “parceiro activo da Administração Portuária, no desenvolvimento de um porto moderno, verde e competitivo, numa estratégia que visa criar oportunidades de desenvolvimento e crescimento”.

Economia Azul

Já Isabel Moura Ramos, administradora da APSS, destacou, durante a mesa-redonda dedicada ao tema “Economia Azul” que Setúbal é “o porto nacional de maior potencial de desenvolvimento no futuro, estando mesmo a um passo de integrar a rede CORE da rede transeuropeia de transportes, com vantagens desde logo no acesso a financiamentos relevantes para concluir um conjunto de infra-estruturas verdes e resilientes: requalificação de infra-estruturas e acessos aos Terminais Portuários; Expansão do Cais e Parqueamento RO-RO; Terminais Green Multimodal, Terminal Wind2Sea, Multiusos Mitrena, Bunkering e área Logística de apoio ao offshore”.

Refere a mesma nota que este seminário integrou o programa do evento “Encontro do Mar”, que contou ainda com a realização de actividades desportivas, em várias escolas do concelho, envolvendo dezenas de estudantes da cidade de Setúbal ao longo do dia.

O evento teve como objectivo fomentar a cultura marítima junto da população, promover as actividades marítimas junto das escolas, consolidar o papel da Economia do Mar no País, contribuindo para o reforço do conhecimento, ensino e formação profissional nos sectores marítimo e portuário.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Montenegro promete resolver problema do assoreamento do Porto de Pesca da Póvoa de Varzim

Partilhar              O primeiro-ministro, Luís Montenegro, esteve presente cerimónia de encerramento das comemorações do 50º aniversário de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.