Início / Agricultura / António Ventura enaltece queijos açorianos premiados em concurso nacional

António Ventura enaltece queijos açorianos premiados em concurso nacional

O secretário Regional da Agricultura e Alimentação dos Açores, António Ventura, enalteceu a LactAçores pelos prémios arrecadados no 14º Concurso Nacional de Queijos de Cura Prolongada Tradicionais Portugueses pelos queijos açorianos, que decorreu recentemente em Santarém.

O Concurso Nacional de Queijos de Cura Prolongada Tradicionais Portugueses resultou de uma organização conjunta do CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas e a Qualifica/oriGIn Portugal e teve lugar no Centro Nacional de Exposições de Santarém.

De acordo com António Ventura, os Açores arrecadaram 10 prémios, de entre os 11 queijos açorianos que participaram no concurso, tendo sido considerado o “Melhor dos Melhores” na sua categoria o Queijo de São Miguel – 9 Meses, da Unileite – União das Cooperativas Agrícolas de Lacticínios da Ilha de São Miguel.

Com medalhas de ouro ficaram os Queijos de São Jorge DOP – 4 Meses, 7 meses, 12 meses e 24 meses, da Uniqueijo – União de Cooperativas Agrícolas de Lacticínios de São Jorge, bem como o Queijo de Vaca com alho e salsa – Nova Açores, da Unileite.

No que toca à Prata, foram premiados o Queijo de Vaca Amanteigado – Nova Açores, da Unileite, assim como o Ilha Azul Curado, da CALF – Cooperativa Agrícola de Lacticínios do Faial, CRL e com Medalha de Bronze destacaram-se o Queijo de Vaca – Famoso, também da Unileite e o Queijo de Vaca Moledo, da CALF.

Participou ainda neste concurso Queijo de Vaca Flamengo Light, da Unileite, único produto açoriano que não arrecadou prémio.

Para António Ventura, “é um enorme orgulho receber, mais uma vez, estes galardões para os queijos produzidos na Região, bem demonstrativos da grande qualidade dos produtos açorianos e em especial a grande qualidade da matéria-prima, ou seja, do leite produzido nos Açores”.

“Os critérios de participação são simples e assentam, sobretudo, na tradição e na não utilização de aditivos alimentares, pretendendo-se avaliar produtos genuínos e com a tradição de sempre e, nesse sentido, os queijos dos Açores destacam-se substancialmente pelo modo de produção, pelo saber fazer que lhes atribuem uma qualidade intrínseca e os tornam produtos únicos no mundo, também resultantes das condições edafoclimáticas e geográficas dos Açores”, disse o governante.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Montenegro promete resolver problema do assoreamento do Porto de Pesca da Póvoa de Varzim

Partilhar              O primeiro-ministro, Luís Montenegro, esteve presente cerimónia de encerramento das comemorações do 50º aniversário de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.