Início / Featured / Porto de Sines apresenta oportunidades de negócio ao Embaixador dos EUA

Porto de Sines apresenta oportunidades de negócio ao Embaixador dos EUA

O Embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal, George E. Glass, visitou, no dia 21 de Fevereiro, o Porto de Sines para conhecer as oportunidades que esta infra-estrutura portuária oferece ao mercado norte-americano.

Nos últimos anos o Porto de Sines tem tido um importante papel no relacionamento comercial entre Portugal e os Estados Unidos, quer através das importações, onde se destaca o Gás Natural Liquefeito (GNL) e o carvão mineral, quer nas exportações para aquele país, designadamente gasolinas, e no segmento da carga contentorizada.

Sines beneficia de uma localização privilegiada na fachada atlântica, oferecendo quatro serviços regulares que escalam portos norte-americanos e que representam uma movimentação anual de cerca de 200 mil contentores.

Oportunidades de investimento

Na reunião da delegação diplomática com o conselho de administração da APS, o presidente José Luís Cacho, destacou as oportunidades de investimento que Sines oferece às empresas americanas nos diversos segmentos de mercado, reforçando assim a capacidade existente de receber novos projectos que possibilitem o incremento do relacionamento comercial entre os dois países. A comitiva teve ainda oportunidade de visitar os terminais portuários.

Participaram ainda no evento o presidente da Aicep Portugal Global, Luís Castro Henriques, o director-geral de Política do Mar, Ruben Eiras, o presidente da Aicep Global Parques, Filipe Costa e o presidente da Comunidade Portuária de Sines, Jorge d’Almeida.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Élio Ventura: Sector da carne nos Açores deve prosseguir caminho de qualificação

O Director Regional da Agricultura, José Élio Ventura, afirmou que, apesar da evolução muito significativa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.