Início / Featured / PONG-Pesca assinala Dia Mundial dos Oceanos com iniciativa Sábados do Carapau

PONG-Pesca assinala Dia Mundial dos Oceanos com iniciativa Sábados do Carapau

À semelhança de anos anteriores, também este ano a PONG-Pesca — – Plataforma de Organizações Não Governamentais Portuguesas comemora o Dia Mundial dos Oceanos que se celebra amanhã, dia 8 de Junho.

Durante a tarde, a Plataforma irá dinamizar uma actividade na Praça do Comércio, em que convidará quem passar pela zona a girar uma grande agulha de marear para chamar a atenção para a urgência de acabar com a sobrepesca a nível da União Europeia (UE).

Sábados do Carapau

Ao final da tarde, irá lançar os “Sábados do Carapau” no Arraial Composto, uma das iniciativas sustentáveis da Associação Renovar a Mouraria, em que a espécie consumida será o carapau, no sentido de promover a diversificação do consumo de peixe durante as Festas Populares.

Dia Mundial dos Oceanos

O Dia Mundial dos Oceanos, que tem como objectivo alertar para a importância dos oceanos nas nossas vidas, é celebrado por todo o mundo com inúmeras actividades. Juntamente com outras Organizações Não Governamentais (ONG) europeias que se uniram numa aliança para acabar com a sobrepesca nas águas da UE até 2020, a PONG-Pesca vai organizar dois eventos que assinalam este importante dia.

Política Comum das Pescas

Uma gigante agulha de marear estará simbolicamente situada no Terreiro do Paço, junto ao Rio Tejo, para relembrar os compromissos assumidos pelos Estados-membros, nomeadamente Portugal, aquando da reforma da Política Comum das Pescas (PCP) em 2014.

Nessa altura, os países da UE comprometeram-se, entre outras coisas para melhorar o estado dos oceanos e mares europeus, a acabar com a sobrepesca até 2020. Estando a pouco mais de 6 meses desta data, as ONG pretendem que todas as pessoas estejam cientes deste prazo e que se juntem às organizações ambientalistas para exigir que, nos Conselhos de Ministros do final deste ano, os ministros das Pescas das UE estabeleçam todos os limites de pesca dentro do aconselhado pelos pareceres científicos.

Proteger a sardinha

Ao final do dia, e pela noite dentro, a PONG-Pesca volta a apoiar o Arraial mais sustentável das Festas de Lisboa, que este ano reforça o protagonismo do carapau capturado pelas artes de cerco, estendendo a sua oferta a todos os sábados até ao final de Junho.

Desta forma, pretende demonstrar que há outras espécies igualmente saborosas e que podem ser uma alternativa mais sustentável. Iniciativas como esta pretendem demonstrar que é possível proteger o stock de sardinha e promover a diversificação do consumo de pescado, permitindo aos pescadores manter os seus rendimentos.

Apoio da Docapesca 

Esta iniciativa conta com o envolvimento e apoio da Docapesca – Portos e Lotas, Sesibal – Cooperativa de Pescas de Setúbal, Makro Cash & Carry Portugal, Conserveira de Lisboa, bem como a Associação Renovar a Mouraria, anfitriã do Arraial Composto, que irá decorrer no Largo da Rosa, em pleno bairro da Mouraria.

Rita Sá da PONG-Pesca afirma que é urgente promover espécies que estão a ser capturadas dentro dos limites biológicos de segurança e que têm planos de gestão implementados que garantem a sustentabilidade dos stocks a longo prazo, como é o caso do carapau. “O Dia Mundial dos Oceanos é o dia ideal para lançarmos iniciativas que procuram alternativas que sejam melhores para a natureza e para as pessoas. E por que não criar a tradição de comer carapau nos Santos Populares?” acrescenta.

Estas e outras actividades concertadas irão decorrer durante os últimos 7 meses de 2019 em vários países da UE e pretendem aumentar a pressão sobre os decisores políticos.

“As ONG esperam que que, no momento das decisões sobre as quotas, os Ministros da UE sintam a obrigação de honrar os seus compromissos e fazer o possível para regenerar os stocks pesqueiros e, consequentemente, as vidas e subsistências de quem directa e indirectamente depende dos oceanos e do seu bom estado ambiental”, finalizou Ana Matias.

Mais informações sobre o arraial aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Espanha: Agricultores de Valência fazem manifestação pelos baixos preços das uvas

Os agricultores espanhóis da região de Valência estão preocupados com os baixos preços da uva. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.