Início / Agricultura / Açores alerta Comissão Europeia para a crise no sector leiteiro e defende apoios mais eficazes

Açores alerta Comissão Europeia para a crise no sector leiteiro e defende apoios mais eficazes

O sub-secretário Regional da Presidência para as Relações Externas açoriano alertou, em Bruxelas, o Presidente da Comissão Europeia para a gravidade da situação que se vive no sector leiteiro em regiões como os Açores, defendendo a necessidade de serem concedidos mais apoios para assegurar a sustentabilidade deste importante sector da economia regional.

“A crise no sector leiteiro é grave e urgente”, afirmou Rodrigo Oliveira, frisando que “a resposta da União Europeia a esta crise não tem sido suficiente e não tem sido eficaz”.

Rodrigo Oliveira falava sexta-feira, 29 de Abril, em representação do presidente do Governo Regional dos Açores, numa reunião dos presidentes das Regiões Ultra-periféricas com o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reunião presidida pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque.

Na sua intervenção nesta reunião, o sub-secretário Regional dos Açores frisou que a resposta da União Europeia “não tem sido suficiente nos montantes afectos e não tem sido eficaz ao combater as causas desta crise que estão, essencialmente, num problema de escoamento”.

“Precisamos, urgentemente, de mais e melhor Europa no apoio aos produtores do leite e à sustentabilidade do sector, tendo em atenção a situação muito específica das regiões ultra-periféricas”, frisou Rodrigo Oliveira, alertando para os “efeitos muito graves” que esta crise tem nos Açores.

Nesse sentido, defendeu a necessidade de a Comissão Europeia desenvolver “as diligências necessárias ao rápido desmantelamento da questão do embargo russo”, o que permitiria o acesso dos lacticínios europeus a um mercado de grande dimensão, mas também “a aprovação de medidas e programas europeus, porque este é um problema europeu que não pode ser resolvido a nível nacional, e muito menos regional, que permitam colmatar as perdas dos agricultores, assegurar os seus rendimentos e a sustentabilidade de toda a fileira do leite”.

Mais apoios financeiros

Para Rodrigo Oliveira, esse apoio deve passar por “um envelope financeiro adicional complementar ao programa POSEI”, salientando que o reforço deste programa destinado a agricultura “permitiria a criação e a gestão a nível regional de mecanismos de apoio que são fundamentais para a reestruturação do sector”, destacando também a importância dos apoios à exportação e à procura de novos mercados.

“As Regiões Ultra-periféricas representam a Europa no seu melhor, a Europa que valoriza e tira partido da sua diversidade, a Europa comprometida com a coesão económica, social, territorial, a Europa que se afirma e projecta globalmente mas, se a Europa não acudir aos seus agricultores, ao seu sector do leite e, muito em particular, nas suas Regiões Ultra-periféricas, estará certamente a pôr em causa estes seus princípios fundamentais”, frisou Rodrigo Oliveira.

 

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

APDL promove simulacro de colisão entre barco Rabelo e Navio-Hotel no Douro

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) vai realizar o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.