Início / Mar / Ambiente / Projectos BIOsea e BioCleanPort vencem Concurso GreenFishingPort

Projectos BIOsea e BioCleanPort vencem Concurso GreenFishingPort

Os projectos BIOsea e BioCleanPort são os vencedores do “Concurso de Provas de Conceito GreenFishingPort”, promovido pela Universidade de Coimbra, através do Laboratório Marefoz, que desafiou toda a comunidade científica nacional a desenvolver produtos inovadores a partir dos resíduos e efluentes produzidos no decorrer da actividade do porto de pesca de Lagos.  O concurso contou com vários projectos comprometidos com o desenvolvimento sustentável das regiões costeiras.

Após uma selecção criteriosa e detalhada de cada proposta com base nos critérios previamente seleccionados, o júri decidiu atribuir uma ajuda financeira para apoio técnico e logístico, incluindo a aquisição de materiais, consumíveis e reagentes de laboratório, a dois projectos para desenvolverem as suas provas de conceito: BIOsea e BioCleanPort.

Projecto BIOsea

O Projecto BIOsea propõe a concepção de um sistema de tratamento de águas marinhas do porto sem construção de uma estação de tratamento, replicável e adaptável a diferentes condições. Simultaneamente, pretende recuperar metais como estratégia de obtenção de matérias-primas. Com esta abordagem, é desenvolvido um método de baixo custo para ajudar a resolver problemas de contaminação de águas, contribuindo para o fornecimento de matérias-primas escassas e muitas vezes críticas para a indústria europeia.

As entidades e parceiros envolvidos são a Universidade de Coimbra, o Centro de Engenharia Mecânica e o Centro de Investigação em Engenharia dos Processos Químicos e dos Produtos da Floresta (CIEPQPF).

Projecto BioCleanPort

O projecto BioCleanPort (Bioremediation of Fishing Port Waters) pretende mitigar os compostos contaminantes da água do Porto de Pesca de Lagos, através da utilização de macroalgas e bivalves como biorremediadores. Estes organismos são reconhecidos como excelentes ferramentas de biorremediação para a recuperação ambiental.

O “Concurso de Provas de Conceito GreenFishingPort” teve como objectivo incentivar e estimular os candidatos a explorarem o potencial comercial dos projectos de I&D+i de desenvolvimento de soluções eficientes e rentáveis para o aproveitamento e valorização de resíduos e efluentes, além disso pretendia que os projectos avançassem no caminho translacional para estágios de desenvolvimento robustos o suficiente para que possam ser alvo de protecção da Propriedade Intelectual e/ou serem contratados em actividades com a indústria e/ou investidores, incluindo o licenciamento, ou até mesmo da constituição de uma spin-off de base tecnológica num prazo de 1 a 2 anos.

O propósito é seguir uma perspectiva de inovar para valorizar, transformando o que seriam considerados desperdícios numa mais-valia para a comunidade local, que daqui poderá extrair valor económico. Para mais informações sobre o “Concurso de Provas de Conceito GreenFishingPort” consultar o website, aqui.

Este concurso é uma das acções do projeto “GreenFishingPort: Projecto-piloto de Porto de Pesca Autossustentável” que é cofinanciado pelo MAR 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEAMP – Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas.

GreenFishingPort

O “GreenFishingPort: Projeto-Piloto de Porto de Pesca Autossustentável” consiste no desenvolvimento de um modelo experimental de gestão ambiental para o porto de pesca de Lagos, visando a promoção da sustentabilidade ambiental assente na utilização consciente de recursos e redução da produção de resíduos, bem como no aproveitamento e valorização dos resíduos produzidos.

Trata-se de um projecto de interesse colectivo promovido pelo Laboratório MAREFOZ, da Universidade de Coimbra, que pretende dinamizar e promover a gestão ambiental dos portos de pesca da região do Barlavento do Algarve, orientada para o aproveitamento e valorização de resíduos e efluentes que se acumulam em grande volume nas zonas portuárias, promovendo assim uma gestão sustentável da orla costeira e a protecção e conservação do meio marinho e biodiversidade da região.

Através de um modelo de actuação em parceria, envolvendo os stakeholders e actores-chave locais, o projecto GreenFishingPort pretende desenvolver e testar um modelo de gestão integrada dos portos de pesca, favorecendo ao mesmo tempo a criação de novas empresas e empregos ligados à valorização e transformação dos resíduos efluentes.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Consulta pública sobre Acordo Comercial UE-Canadá termina a 25 de Abril

Partilhar              A Comissão Europeia tem em curso, até dia 25 de Abril de 2024, uma consulta …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.