Início / Agricultura / Projecto de recolha de rolhas de cortiça permite plantar 1.950 árvores autóctones

Projecto de recolha de rolhas de cortiça permite plantar 1.950 árvores autóctones

O projecto Rolha a Rolha Semeie a Recolha perspectiva plantar um total de 1.950 árvores autóctones, respeitantes ao primeiro semestre de recolha de rolhas de cortiça. Uma iniciativa desenvolvida pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, a Lipor – Serviço Inter-municipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto e os seus municípios associados que, com o objectivo de incentivar a reciclagem da cortiça, visa contribuir para a reflorestação em Portugal. Por cada 50 rolhas recolhidas será ser plantada uma árvore autóctone, em parceria com a Corticeira Amorim e com o apoio da BA Vidro e da Extruplás.

“As plantações destas árvores autóctones possibilitam que 12.133 pessoas respirem o dia inteiro, já que armazena 4 toneladas de carbono, representando, em termos práticos, cerca de 26 milhas de viagem de um voo comercial, ou até ao arrefecimento de 5 aparelhos de ar condicionado durante 1.625 dias”, salienta um comunicado de imprensa da Lipor – Serviço Inter-municipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto.

O projecto Rolha a Rolha Semeie a Recolha de recolha de rolhas de cortiça foi criado no âmbito do Green Cork, projecto criado em 2008 pela Quercus em parceria com a Corticeira Amorim e o Continente e já permitiu a recolha de cerca de 111 milhões de rolhas, encaminhadas para reciclagem.

O mesmo comunicado da Lipor refere que, neste primeiro semestre 2023, iniciou a sensibilização, em parceria com a Quercus, tendo-se juntado ao projecto e aos Municípios da Maia e Vila do Conde, os Municípios de Matosinhos, Porto e Póvoa de Varzim. Esta sensibilização já permitiu angariar 296 estabelecimentos.

“Restaurantes, hotéis, cafés e padarias dos municípios da Maia, Porto e Póvoa de Varzim, têm dado um importante contributo para o projecto Rolha a Rolha Semeie a Recolha, entregando, no total, 491 kg de rolhas de cortiça para reciclagem, durante o primeiro semestre de 2023”, adianta o mesmo comunicado.

Este projecto piloto tem como objectivos promover a reciclagem da cortiça, contribuir para a reflorestação em Portugal e permitirá aos estabelecimentos aderentes e aos respectivos clientes, contribuírem para o combate às alterações climáticas, através da diminuição das emissões do CO2 retido nas rolhas de cortiça, aumentar a capacidade de retenção de CO2 com as novas árvores plantadas e para o desenvolvimento da economia circular.

Saiba mais aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Startup Hefring Marine levanta 2,2 M€ em ronda liderada pela Faber e entra em Portugal

Partilhar              A Hefring Marine, uma startup islandesa de deep-tech especializada em soluções marítimas inteligentes, anuncia hoje, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.