Início / Agricultura / Manteiga dos Açores aprovada como Denominação de Origem Protegida

Manteiga dos Açores aprovada como Denominação de Origem Protegida

A Comissão Europeia aprovou a inclusão da “Manteiga dos Açores” no Registo das Denominações de Origem Protegida (DOP).

A Manteiga dos Açores é obtida exclusivamente a partir da nata pasteurizada proveniente de leite cru de vaca produzido nos Açores, com ou sem adição de sal, e sem adição de fermentos lácticos, corantes ou conservantes alimentares.

É produzida e embalada no arquipélago dos Açores, fruto de uma relação inequívoca entre a matéria-prima, o leite, o meio ambiente e o maneio tradicional a que os animais estão sujeitos, designadamente o pastoreio permanente durante todo o ano, estabelecido e consolidado há mais de dois séculos.

A Manteiga dos Açores caracteriza-se por ser um produto:

  • Sem qualquer tipo de adição de fermentos lácteos, corantes ou conservantes;
  • Com valores de Betacaroteno ≥ 5 mg KOH/g (método de cromatografia líquida de alta eficiência), o que lhe confere uma cor amarela a amarela intensa;
  • Com aroma e sabor intenso, pautado por um paladar lácteo e fresco;
  • Com valores de matéria gorda entre 81 % e 86 %;
  • Com textura compacta, uniforme e suave, que torna o produto fácil de barrar.

A nova denominação será adicionada à lista de produtos já protegidos, na qual Portugal já ultrapassou as 200 indicações, tal como referidas na base de dados eAmbrosia. Mais informações estão disponíveis online no portal GIView.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Consulta pública sobre Acordo Comercial UE-Canadá termina a 25 de Abril

Partilhar              A Comissão Europeia tem em curso, até dia 25 de Abril de 2024, uma consulta …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.