Início / Mar / Aquacultura / Legislativas 2024. Nova Direita levar a economia do mar até aos 20% do PIB até 2050
© Nova Direita

Legislativas 2024. Nova Direita levar a economia do mar até aos 20% do PIB até 2050

O Partido Nova Direita, fundado e liderado por Ossanda Liber, apresenta-se às eleições legislativas antecipadas de 10 de Março de 2024, prometendo “olhar para o mar como imensa oportunidade de independência na­cional e assumir o desígnio de levar a economia do mar até aos 20% do PIB [produto interno bruto] até 2050, face aos actuais 5%”.

No seu programa eleitoral, a Nova Direita compromete-se ainda a “auxiliar com generosos benefícios fiscais e, quando necessário, investimento directo do Estado, o sector da construção naval, desenhando para o efeito parcerias com os principais actores inter­nacionais do sector num plano sólido e de longo-prazo de rejuvenescimento dessa indústria essencial” e a “fomentar o renascimento da marinha mercante, imperativo estratégi­co para um país marítimo como é Portugal”.

Por outro lado, o partido liderado por Ossanda Liber pretende “independentizar o sector marítimo da subsidiodependência, perce­bendo-o como rentável economicamente e desenvolvendo-o nessa base”, assim como a “aproveitar, também, a ideia de uma Zona Económica Especial na sua potencial vertente marítima, fazendo-a centro de tecnologias de uso marinho de dimensão internacional”.

Ossanda Liber, 46 anos, portuguesa de origem angolana, casada com um vinicultor de Viseu, foi candidata à Câmara Municipal de Lisboa, nas eleições autárquicas de 2021, pelo movimento cívico “Somos Todos Lisboa”. Depois de se desfiliar do partido Aliança, por onde foi candidata ao círculo eleitoral da Europa, nas eleições legislativas de 2022, e onde era vice-presidente, em 2022 fundou o movimento Nova Direita.

Pode ler o programa eleitoral do Partido Nova Direita aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Eurodeputados portugueses e espanhóis juntos na defesa do regadio em Bruxelas

Partilhar              Eurodeputados portugueses e espanhóis, reunidos no 3º Congresso Ibérico do Milho, concordaram que “o regadio …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.