Início / Agricultura / Aromáticas Vivas conquista 3 medalhas de ouro no X Concurso de Ervas Aromáticas

Aromáticas Vivas conquista 3 medalhas de ouro no X Concurso de Ervas Aromáticas

A Aromáticas Vivas destacou-se como grande vencedor no 10º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas organizado pelo  CNEMA — Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal. Os prémios foram recebidos no passado dia 11 de Junho na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

Foram 3 as medalhas de ouro, para as 3 ervas aromáticas em vaso levadas a concurso pela Aromáticas Vivas: cerefólio, salva ananás e manjericão. Tendo o manjericão reforçado assim a sua hegemonia no concurso, vencendo já medalhas desde 2014, informa a produtora em nota de imprensa.

A Aromáticas Vivas que festeja por estes dias o seu 14º aniversário, junta assim várias razões para celebrar. Nuno Lomba, director-geral da Aromáticas Vivas ressalva a importância desta distinção referindo que “é o reconhecimento notório da aposta contínua na qualidade e inovação dos nossos métodos de produção, garantindo sempre a autenticidade do produto no seu sabor, aroma e cor. Ano após ano, temos vindo a conquistar ouro com as nossas ervas aromáticas, sendo já 14 as variedades medalhadas”.

O cerefólio não é uma erva aromática muito conhecida em Portugal, todavia pode ser usada da mesma forma que a salsa e os seus benefícios saudáveis são múltiplos – propriedades diuréticas, depurativas e digestivas. A par da salva ananás, que possui um característico aroma a ananás, sendo excelente para aromatizar bolos e doçaria, refrescos, batidos, saladas, gelados e licores, acrescenta a mesma nota.

Em relação a benefícios saudáveis a salva ananás é utilizada para combater náuseas, azia, ansiedade e também para reduzir a pressão arterial.

A Aromáticas Vivas é uma empresa sediada em Carreço, Viana do Castelo, e é líder do mercado nacional de ervas aromáticas em vaso, tendo também uma grande quota do mercado de ervas aromáticas cortadas e presença mais recente nos mercados de flores comestíveis e microgreens.

A Aromáticas Vivas foi fundada em 2009 com o objectivo de ser, em Portugal, a maior e mais inovadora produtora de ervas aromáticas frescas. Conta, actualmente, com uma área de produção superior a 40.000 m2, produzindo e comercializando uma variada gama de ervas aromáticas em vaso e cortadas ao longo de todo o ano. Não utiliza herbicidas nem pesticidas químicos.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Presidente da Confagri: “é urgente que Governo diga se vai revogar passagem das DRAP para as CCDR”

Partilhar              O presidente da Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas, Idalino Leão, já esteve reunido …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.