Início / Agricultura / Cientistas do Brasil e EUA criam app para monitorização mundial de doença do trigo

Cientistas do Brasil e EUA criam app para monitorização mundial de doença do trigo

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Investigadores da Universidade de Passo Fundo (UPF), da Embrapa e da Universidade do Kansas (KU) desenvolveram uma app com o objectivo de incentivar a vigilância das lavouras e formar um banco de dados sobre epidemias de brusone (infecção natural da Pyricularia grisea) do trigo no Mundo.

O Pic-a-Wheat-Field (“fotografe um campo de trigo”) pode ser instalado em qualquer smartphone. Basta baixar a aplicação (sistema iOS ou Android) e registar um usuário. Para iPhone aqui.

A intenção é que, nos próximos meses, o aplicativo interaja com o Sisalert, tecnologia desenvolvida pela Embrapa que analisa dados climáticos e avalia riscos de epidemias para lavouras, explica o portal brasileiro Cultivar.

O sistema foi desenvolvido visando a interacção com o produtor ou assistência técnica no abastecimento dos dados. Basta o usuário ligar o GPS do celular antes de fotografar a lavoura ou as espigas com sintomas de brusone.

As coordenadas geográficas (latitude e longitude) serão extraídas das fotos e identificadas no mapa para uma localização no globo.

Banco de dados

Um algoritmo de banco de dados verifica a existência de uma estação meteorológica no raio de 100 km do local da foto e, caso tenha sido informado um campo de trigo com brusone, e a tecnologia avalia a adequação do clima para ocorrência da doença.

“Os dados reunidos no sistema deverão servir para o ajuste fino dos modelos de simulação da ocorrência da brusone no trigo baseados em dados meteorológicos”, diz o investigador da Embrapa Trigo, José Maurício Fernandes.

A partir do login e senha gerados no aplicativo, o usuário pode aceder ao portal Pic-a-Wheat Field de qualquer dispositivo — nos idiomas inglês, português e espanhol – e visualizar o mapa com a distribuição de culturas de trigo com ocorrência da doença.

“O mapa de distribuição da brusone facilitará a adopção de medidas de controle na eminência de surgimento de uma epidemia ou mesmo na total ausência da doença”, explica José Maurício Fernandes.

Veja a notícia completa aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Nuno Russo: “a informação permitirá valorizar o que produzimos”

Partilhar            O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, participou, ontem, 26 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.