Início / Agricultura / Internacionalização dá Prémio Bartolomeu de Gusmão à The Navigator Company

Internacionalização dá Prémio Bartolomeu de Gusmão à The Navigator Company

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Prémio Bartolomeu de Gusmão, iniciativa criada pelo Ministério da Justiça em colaboração com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), atribuiu à The Navigator Company um galardão de mérito, na categoria de “Internacionalização”, pela sua intervenção no domínio da Propriedade Industrial.

O Prémio – que conta, este ano, com a sua primeira edição – visa reconhecer o contributo de figuras e entidades que, em Portugal, a sua aposta nos direitos da Propriedade Industrial teve um impacto positivo na vida das pessoas.

O galardão destaca ainda, a capacidade inovadora e empreendedora dos portugueses, tanto no domínio tecnológico como comercial.

The Navigator Company está em 120 países

Com uma forte presença internacional, a The Navigator Company está em 120 países e é líder mundial no segmento premium de papéis de escritório com a marca Navigator, representando 3% do total dos bens exportados em Portugal e um volume de negócios que atinge 1% do PIB.

Para Fernando Araújo, administrador da The Navigator Company, “a Navigator é, desde há muito tempo, uma marca reconhecida a nível nacional e internacional, em papel de escritório. É encarada como um dos principais activos de alto poder de agregar valor”.

E acrescenta aquele responsável que “a marca é, sem dúvida, o bem mais precioso de uma empresa, que carece de protecção e cuidado e é, nessa medida, que a marca Navigator se enquadra na Propriedade Industrial”.

Além da marca Navigator, a empresa tem ainda outras marcas fortes de papel de impressão e escrita. Com ligação à história de Portugal através de nomes ícones associados à epopeia marítima dos portugueses, a Pioneer – Pioneiros, a Explorer – Exploradores e Discovery – Descobertas, fazem parte do portefólio de marca da empresa.

A cerimónia de entrega do Prémio decorreu ontem, dia 15 de Novembro, nos Montes Claros, em Lisboa, e contou com a presença da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

Inovação, competitividade e o combate à contrafacção

O INPI é um organismo do Ministério da Justiça que tem como objectivo promover a inovação, a competitividade do país e o combate à contrafacção e à concorrência desleal, em matéria de Propriedade Industrial.

As suas principais responsabilidades são atribuir e proteger os direitos de Propriedade Industrial em Portugal; promover a Propriedade Industrial nacional no estrangeiro; aplicar e respeitar o Código da Propriedade Industrial; divulgar informação técnica e científica patenteada e promover a utilização do Sistema da Propriedade Industrial (registo de marcas, patentes e design).

Herdeira do património do ex-grupo Portucel Soporcel

A The Navigator Company é, desde 2016, a nova marca herdeira do património do ex-grupo Portucel Soporcel. A empresa é a terceira maior exportadora em Portugal, sendo a que gera o maior Valor Acrescentado Nacional.

A companhia representa aproximadamente 1% do PIB nacional, cerca de 3% das exportações nacionais de bens, perto de 8% do total da carga contentorizada e de 7% do total desta carga e da carga convencional exportada pelos portos nacionais.

Em 2017, a The Navigator Company teve um volume de negócios superior a €1,63 mil milhões, sustentado pelo bom desempenho das vendas de pasta, energia e tissue.

Líder europeu na produção de papéis finos

Consolidada a sua posição de líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos (UWF) e quarto a nível mundial, a companhia é também o maior produtor europeu, o quinto a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto BEKP – Bleached Eucalyptus Kraft Pulp. No mercado do tissue, o volume de vendas cresceu 9%.

As vendas da companhia têm como destino 130 países nos cinco continentes, com destaque para a Europa e EUA, alcançando assim a mais ampla presença a nível internacional entre as empresas portuguesas.

É uma empresa florestal verticalmente integrada, que dispõe de um Instituto de Investigação Florestal próprio – RAIZ. Gere em Portugal uma vasta área florestal certificada pelos sistemas internacionais FSC (licença nº FSC C010852) e PEFC (PEFC/13-23-001), dispondo de uma capacidade instalada de 1,6 milhões de toneladas de papel, de 1,4 milhões de toneladas de pasta (das quais 1,1 milhões integradas em papel), de 80 mil toneladas de papel tissue e de 2,5 TWh/ano de energia eléctrica, atingindo um volume de negócios anual de cerca de 1,6 mil milhões de euros.

A The Navigator Company dispõe dos maiores viveiros florestais da Europa, com uma capacidade anual de produção de cerca de 12 milhões de plantas certificadas de diversas espécies, que se destinam à renovação da floresta nacional.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Docapesca prossegue requalificação dos equipamentos dos Estaleiros Navais da Azurara

Partilhar            A Docapesca – Portos e Lotas prossegue os trabalhos de reabilitação dos equipamentos dos Estaleiros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.