Início / Agricultura / Bloco de Rega da Messejana. Ministra da Agricultura salienta “cariz prioritário das políticas para mais eficiência no uso da água”

Bloco de Rega da Messejana. Ministra da Agricultura salienta “cariz prioritário das políticas para mais eficiência no uso da água”

A ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, deixou hoje, 11 de Janeiro, em visita ao Posto de Observação e Comando do Alqueva, “o cariz prioritário das políticas para mais eficiência no uso da água e da energia”.

Maria do Céu Antunes falava na cerimónia de assinatura do contrato de empreitada de construção do circuito hidráulico de Monte da Rocha e Bloco de Rega da Messejana, acompanhada pelo secretário de Estado da Agricultura, Gonçalo Rodrigues.

“Este é um investimento muito relevante para a agricultura, mas também no que diz respeito ao abastecimento público, sendo sinónimo de um desenvolvimento mais sustentável e coeso. Aliás, além de fazer parte do Programa Nacional de Regadios, contando com financiamento PDR 2020, integra o Plano Regional de Eficiência Hídrica do Alentejo que se encontra proposto”, acrescentou a governante.

E disse ainda que, “depois de diversos desafios, a obra avança finalmente. Em grande medida, resolverá a falta de água no Monte da Rocha, possibilitará o reforço da resposta às necessidades hídricas da albufeira do Monte da Rocha e permitirá, ao mesmo tempo, abastecer o novo bloco de rega da Messejana”.

Posto de Observação e Comando do Alqueva

O Posto de Observação e Comando do Alqueva é um edifício multifuncional, em fase de conclusão, que reúne, no mesmo espaço, o posto de observação e comando da barragem, uma área de acolhimento aos visitantes, bem como de apresentação e de interpretação do projecto Alqueva – Centro de Interpretação de Alqueva (CIAL).

Este projecto representa um investimento total de 3 milhões de euros, dos quais 1 milhão corresponde a financiamento PDR 2020.

O circuito hidráulico de Monte da Rocha e Bloco de Rega da Messejana permitirá o reforço à albufeira do Monte da Rocha para regadio e abastecimento público, bem como a criação de um novo bloco de rega (de Messejana) com 2.330 hectares, nos concelhos de Aljustrel e Ourique.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Montenegro promete resolver problema do assoreamento do Porto de Pesca da Póvoa de Varzim

Partilhar              O primeiro-ministro, Luís Montenegro, esteve presente cerimónia de encerramento das comemorações do 50º aniversário de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.