Início / Agricultura / WWF repudia recuo dos Estados Unidos nas políticas de combate às alterações climáticas

WWF repudia recuo dos Estados Unidos nas políticas de combate às alterações climáticas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os ambientalistas da WWF dizem que os Estados Unidos recuaram nas suas políticas de combate às alterações climáticas. E repudiam a decisão. Os Estados Unidos anunciaram hoje, 29 de Março, a decisão de reverter a estratégia climática definida pela Administração Obama no âmbito do Acordo de Paris.

Esta acção da Administração Trump inclui medidas para desmantelar o Clean Power Plan, um “componente-chave” do plano norte-americano para cumprir os seus “compromissos de redução de emissões de gases de efeito estufa”.

Em resposta, a WWF refere que “o não cumprimento por parte dos EUA dos seus compromissos climáticos internacionais afectará a trajectória climática do mundo, mas não definirá os seus resultados. A nossa capacidade de cumprir a promessa do Acordo de Paris não depende das acções de um único governo”.

Progressos dos últimos anos

A WWF sublinha ainda os progressos realizados pelos Estados Unidos nos últimos anos e repudia a decisão de recuar nas políticas de combate às alterações climáticas.

Esta decisão anula o actual plano dos Estados Unidos para cumprir o Acordo de Paris “sem fornecer qualquer alternativa”, dizem os ambientalistas, adiantando que está em desacordo com as acções já encetadas por empresas, Estados, cidades e comunidades em toda a América, que “estão a criar um futuro alimentado por energia limpa e que devem agora tomar a liderança pelo clima sem o apoio do governo federal” dos Estados Unidos.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.