Início / Mar / Ambiente / WWF: Baleias envenenadas por plástico no Mediterrâneo mostram que “oceanos estão em perigo”

WWF: Baleias envenenadas por plástico no Mediterrâneo mostram que “oceanos estão em perigo”

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Dia Mundial dos Oceanos comemora-se hoje, dia 8 de Junho. A primeira conferência dos Oceanos da ONU acontece em Nova York, nos Estados Unidos. E a WWF – World Wide Fund for Nature revela, neste mesmo dia, “novas evidências de contaminação plástica em cetáceos no Mar Mediterrâneo, tendência que tem sido demonstrada em todos os mares do globo”.

A organização global de conservação demonstrou através de pesquisas inovadoras o impacto da poluição através de plásticos no Noroeste do Mediterrâneo.

A WWF analisou biopsias de quase 100 mamíferos marinhos (três espécies de baleias) que vivem no Santuário de Pelagos, a maior área protegida marinha do Mediterrâneo, localizada entre a Itália, a França e a Ilha da Sardenha. Os resultados desta pesquisa “fornecem uma indicação da extensão da poluição por plásticos além das fronteiras do santuário, em todo o mar Mediterrâneo”, refere fonte institucional da WWF.

Tintas e comésticos no mar

O Mar Mediterrâneo e os oceanos em geral “são sufocados todos os dias por tintas, produtos cosméticos e sacos plásticos. A nossa sociedade produz toneladas de plástico com efeitos irreversíveis nos nossos oceanos”. No Dia Mundial dos Oceanos, a WWF “alerta os consumidores, a indústria, os governos e as cidades costeiras para que eliminem o uso de plástico e reciclem os seus resíduos”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.