Início / Agenda / Webinar “Poda no Olival Tradicional”. Saiba tudo para aumentar a produtividade de azeitona

Webinar “Poda no Olival Tradicional”. Saiba tudo para aumentar a produtividade de azeitona

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Grupo Operacional “Novas Práticas em Olivais de Sequeiro”, liderado pela APPITAD — Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro, vai realizar no próximo dia 4 de Março a partir das 18h00 o Webinar “Poda no Olival Tradicional”, na plataforma Zoom.

A poda persiste como uma das técnicas mais mal compreendidas em olival. Estudos recentes estimam que o interior Norte de Portugal esteja a perder anualmente mais de 20% da produção de azeitona que seria possível obter se fosse implementado um regime de poda adequado à fisiologia da árvore.

Nesta conferência virtual serão apresentadas as bases fisiológicas da poda e uma forma simples de a implementar. “É possível aumentar de forma significativa a produção regional de azeitona melhorando a forma como se poda o olival e reduzir os custos associados à operação”, garante a organização do evento.

Inscrições gratuitas

A participação é gratuita mas de inscrição obrigatória, que pode fazer aqui.

O evento será também transmitido online na página do Facebook da APPITAD — Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro (aqui).

Novas Práticas em Olivais de Sequeiro

O Grupo Operacional “Novas Práticas em Olivais de Sequeiro”, liderado pela Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro pretende desenvolver e disseminar tecnologias inovadoras que permitam contribuir para a mitigação das alterações climáticas, pela redução de gases de efeito estufa e pelo aumento do sequestro do carbono, e para a adaptação do olival de sequeiro a novas condições climáticas.

Prevê a implementação de novas práticas agronómicas nos domínios da gestão do solo (coberturas vegetais, reciclagem de “rama de poda”, micorrização e aplicação de biochar e zeólitos, aproveitamento de subprodutos dos lagares e de outras actividades agroindustriais para a produção de compostados) e de gestão das árvores (fertilização foliar e aplicação de protectores foliares).

Com este projecto são implementadas metodologias de campo e de laboratório para avaliar o efeito dos tratamentos no estado hídrico, nutritivo e sanitário, actividade fotossintética, crescimento e produtividade das árvores e na qualidade da azeitona e do azeite produzido, bem como na fertilidade do solo.

E conta com um plano de demonstração, divulgação e disseminação de resultados que irá incluir a utilização da plataforma da Rede Rural Nacional e os sites das entidades do consórcio, a organização de jornadas e seminários, a dinamização de grupos focais, a elaboração de publicações técnicas e científicas, bem como a publicação de um “Manual de Boas Práticas” de medidas de mitigação e adaptação às alterações climáticas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Estudo do Novo Banco: produtos agroalimentares “certificados são fundamentais para aumento do valor da produção no mercado”

Partilhar              O Novo Banco marcou presença na Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, em Santarém, entre 9 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.