Início / Agenda / Webinar “Agentes Bióticos com Impacte na Produção de Pinha tem transmissão online em directo

Webinar “Agentes Bióticos com Impacte na Produção de Pinha tem transmissão online em directo

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Grupo Operacional + Pinhão — Gestão integrada de agentes bióticos associados à perda de produção do pinhão organiza o webinar “Agentes Bióticos com Impacte na Produção de Pinha”, que se realizará online no próximo dia 14 de Outubro a partir das 14h30.

O evento será transmitido em directo no Youtube da UNAC – União da Floresta Mediterrânica, aqui.

Com o aproximar de mais uma campanha de comercialização de pinha, este webinar vai apresentar os resultados disponíveis em termos dos agentes bióticos com impacto na produção de pinha.

Principalmente dirigido aos produtores florestais, este evento tem por objectivo divulgar a informação existente em termos das pragas tradicionalmente apontadas como tendo impacto negativo na produção, mas também dos novos agentes fúngicos que têm vindo a surgir e a causar danos no pinhal manso.

Para melhor preparação da sessão de debate e da moderação a UNAC convida a que envie questões concretas em relação a cada um dos temas que será apresentado (ver programa aqui), através do email geral@unac.pt colocando no assunto “Webinar GO + Pinhão”.

O Grupo Operacional + Pinhão é liderado pelo Instituto Superior de Agronomia e decorre de 1 de Fevereiro de 2018 a 30 de Junho de 2021.

Com este projecto pretende-se desenvolver estratégias de gestão integrada de agentes bióticos que afectam a produção de pinha e de pinhão, com destaque para L. occidentalis, visando-se a implementação de tecnologias e processos inovadores de diagnóstico, monitorização e controlo.

Em particular, pretende-se:

  • Desenvolver processos de diagnóstico e monitorização que permitam determinar o impacte de pragas na produção de pinhas e pinhão, com destaque para L. occidentalis;
  • Determinar períodos de desenvolvimento da pinha a serem monitorizados e tratados de acordo com o ciclo fenológico da floração/frutificação e os ciclos biológicos das pragas;
  • Desenvolver processos (monitorização, silvicultura preventiva) e produtos (compostos atraentes, armadilhas, insecticidas, auxiliares) de controlo das pragas que afetam a produção das pinhas e pinhão numa perspectiva de gestão integrada.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Associação de Bebidas Espirituosas defende fim da proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h00

Partilhar            A Anebe – Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas diz continuar “empenhada em contribuir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.