Início / Agricultura / Vinhos portugueses ganham 258 medalhas no Mundus Vini 2016

Vinhos portugueses ganham 258 medalhas no Mundus Vini 2016

Os vinhos portugueses voltaram a dar provas de excelente qualidade nos concursos internacionais. No Mundus Vini 2016, que decorreu entre os dias 21 e 24 de Fevereiro em Neustadt, na Alemanha, a produção nacional conquistou nada menos do que 258 medalhas.

Ou seja, dos 512 vinhos enviados a concurso, mais de metade foi premiada. Esta percentagem de prémios (50%) ultrapassa a percentagem de prémios obtidos por concorrentes como Espanha (42%), Itália (39%), Alemanha (38%) e França (35%).

Para o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Vieira, trata-se de “um sector que muito tem prestigiado a imagem de Portugal no estrangeiro, revelando que a qualidade dos vinhos portugueses está francamente acima da média”. Este imagem “cada vez está mais consolidada e assumida interna e externamente”.

Excelente momento

Luís Vieira afirma que “o sector atravessa um excelente momento, especialmente no que respeita ao mercado externo”.

“O facto de estarmos a exportar mais em valor significa que todas as peças do circuito estão alinhadas e a funcionar: temos um produto de qualidade e estamos a saber vendê-lo”, acrescenta.

Depois de ter recebido o Concurso Internacional Mundus Vini 2016, a Alemanha prepara-se para abrir as portas da Prowein, a maior feira de vinhos da Europa, que contará, mais uma vez, com uma forte representação portuguesa.

Esta presença é coordenada pela ViniPortugal, estando também presente o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

A Prowein tem lugar em Dusseldorf, entre os dias 13 e 15 de Março.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Balanças Marques faz balanço positivo de presença em feira no Egipto

Partilhar              A Balanças Marques foi uma das 5 empresas portuguesas a participar, conjuntamente com a Associação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.