Início / Agenda / Vinhos J. Arnaud e Quinta dos Plátanos harmonizam ostras do Projecto Endógenos

Vinhos J. Arnaud e Quinta dos Plátanos harmonizam ostras do Projecto Endógenos

A Ostra é o produto eleito para a 11ª edição do Projecto Endògenos , a decorrer no restaurante Le Moustache Smokery, em Lisboa e vai ter a companhia dos vinhos do produtor de Mora, Joaquim Arnaud e dos néctares da Quinta dos Plátanos.

Para o jantar de apresentação, a harmonização dos diversos pratos com ostra será feita com as seguintes referências: Plátanos Arinto Branco 2013, Joaquim Arnaud Chardonnay 2008, Quinta dos Plátanos Ponto Cego Branco 2014, Quinta dos Plátanos Ponto Cego Tinto 2013, Joaquim Arnaud Arundel T&T Tinto e Moscatel de Setúbal Joaquim Arnaud 2012.

Todos estes vinhos estarão disponíveis durante o funcionamento do Menu Endògenos que vai estar acessível a todos durante um mês, numa oportunidade de, no Le Moustache Smokery, degustar-se pratos únicos de ostra com o selo Endògenos .

Com o custo de 35 euros euros por pessoa, este jantar degustação único de seis pratos com a harmonização vínica incluída, é limitado às primeiras 40 reservas, as quais devem ser realizadas por email para endogenos@nunonobre.com.

Este regresso das edições Endògenos é marcado pela acessibilidade do menu a todos numa primeira parceria com o Restaurante Le Moustache Smokery by Chef Daniel Cardoso.

O projecto Endògenos cabe à dupla Nuno Nobre, empresário e consultor de marketing gastronómico na NNA Trading & Consulting, e António Alexandre, chefe executivo do Lisboa Marriott Hotel.

Mais informação aqui.

Leia também Endògenos regressa com Jantar dedicado à Ostra e menu para o público

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PAN defende renaturalização e interdição da caça no Parque Natural da Serra da Estrela

Partilhar              A deputada única do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, Inês de Sousa Real, entregou na Assembleia da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.