Início / Agricultura / Vindimas revelam produção inferior ao inicialmente previsto pelo INE

Vindimas revelam produção inferior ao inicialmente previsto pelo INE

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As vindimas prolongaram-se ao longo do mês de Setembro, havendo regiões onde ainda não terminaram, explica o Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2019.

“Verifica-se uma enorme heterogeneidade regional, com diminuição de produção na região do vinhos Verdes, em todo o Ribatejo e Oeste, no Alentejo e em grande parte do Algarve”, acrescentam os técnicos do INE.

Baixas temperaturas

As principais causas desta redução estão relacionadas com as baixas temperaturas durante o vingamento (com a redução do número de cachos por cepa), bem como com a escassa precipitação ao longo do ciclo, que induziu a formação de bagos pequenos e cachos leves.

Queda de 5% na produção

Globalmente,os técnicos do Instituto Nacional de Estatística estimam uma diminuição da produção de 5%, face à vindima de 2018, antecipando-se a obtenção de vinhos com um bom equilíbrio entre álcool e acidez.

Para a uva de mesa as previsões são igualmente de diminuição de produção (-5%, face a 2018).

Setembro quente e seco

O mês de Setembro caracterizou-se, em termos meteorológicos, como quente e seco. Na primeira quinzena, e na sequência dos dias quentes de final de Agosto, verificou-se uma onda de calor em diversos locais da região Sul do País.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Conselho de Ministros: Governo reforça prioridade à reforma do sector florestal para valorização do território

Partilhar            O Conselho de Ministros de hoje, 4 de Março de 2021, foi totalmente dedicado à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.