Início / Política / Ambiente / Viana do Castelo lança plataforma de monitorização de recolha de resíduos e estado de limpeza de sanitários balneares

Viana do Castelo lança plataforma de monitorização de recolha de resíduos e estado de limpeza de sanitários balneares

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, para assinalar o Dia Mundial do Ambiente, ontem comemorado, iniciou hoje, 6 de Junho, o Módulo de Monitorização Partilhada do Ambiente, um dos eixos em curso no âmbito da Agenda de Inovação para o quadriénio 2017-2021, desenvolvido em colaboração com os Serviços Municipalizados de Viana do Castelo e que contou com o apoio das Juntas e Uniões de Freguesia da Costa de Viana do Castelo.

O Módulo de Monitorização Partilhada do Ambiente consiste, nesta primeira fase, no lançamento de uma plataforma que conta com a participação cívica dos utilizadores/munícipes para a monitorização e apoio à gestão da recolha de resíduos nos ecopontos, nos recipientes instalados na rede de passadiços e, em breve, na Ecovia do Litoral Norte e no centro da cidade de Viana do Castelo.

Época balnear

Explica a autarquia em comunicado que durante a época balnear o sistema permitirá também a monitorização partilhada entre as entidades competentes (Câmara Municipal, Serviços Municipalizados e Juntas de Freguesia) e os munícipes/utilizadores, dos sanitários e balneários das praias.

O módulo participativo baseia-se num trabalho de vários meses que consistiu na geo-referenciação dos recipientes de recolha de resíduos e onde estão a ser colocados dísticos sinalizadores por forma a que o munícipe possa informar, através do uso de um código QR lido pelo telemóvel, que o recipiente está cheio e, portanto, em condições de ser recolhido.

A instalação dos dísticos sinalizadores iniciou-se hoje de manhã na rede de passadiços das praias da Foz do Lima, Cabedelo e Luziamar, e já está em pleno funcionamento. Este sistema permite que um utilizador sinalize um recipiente cheio e que requer esvaziamento, mas também que possa participar o asseio dos sanitários ou a necessidade de uma intervenção de manutenção especializada.

Monitorização em tempo real

A plataforma de gestão que foi desenvolvida permite às entidades competentes monitorizar, em tempo real e em colaboração com a população, os equipamentos, podendo intervir de forma direccionada e atempada, permitindo uma gestão mais eficaz do Ambiente e dos recursos humanos empregues na protecção, e conservação.

A autarquia espera que o sistema esteja totalmente instalado em todos os recipientes até ao último trimestre de 2020.

Recorde-se que o Módulo de Monitorização Partilhada do Ambiente consiste num dos componentes do Sistema de Monitorização de Variáveis Ambientais e de Protecção Civil, em desenvolvimento, com valências neste momento, ao nível da gestão da água da rega municipal, qualidade do ar em edifícios públicos municipais (radão) e na previsão de eventos climáticos extremos.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Risco de incêndio rural. Situação de Alerta. Queimadas proibidas até 4 de Agosto

Partilhar            O Governo declarou hoje a Situação de Alerta, entre 2 e 4 de Agosto, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.