Início / Agricultura / Vencedores dos Prémios Porco D’Ouro já são conhecidos

Vencedores dos Prémios Porco D’Ouro já são conhecidos

A VI Gala de Entrega dos Prémios Porco D’Ouro, uma organização da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, realizou-se no passado dia 23 de Junho, no CNEMA — Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém. Os vencedores já são conhecidos.

O evento que juntou os empresários suinícolas de todo o País para distinguir a excelência da produção nacional reuniu cerca de 600 pessoas. Ao todo foram 88 nomeações para 36 prémios, que distinguem os resultados mediante a produção numérica, taxa de partos e longevidade, divididos em três escalões de acordo com a dimensão do efectivo reprodutor das explorações candidatas.

O destaque foi ainda para os galardões “Prémio Especial Porco D’Ouro Ministério da Agricultura e da Alimentação para a Sanidade, Biossegurança, Bem-Estar Animal e Ambiente”, “Prémio Bem-Estar Animal CEVA”, “Prémio Raças Autóctones CEVA” e “Prémio Porco Diamante”.

A ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, fez a entrega do “Prémio Especial Porco D’Ouro Ministério da Agricultura para a Sanidade, Biossegurança, Bem-Estar Animal e Ambiente”, que distingue a exploração com o melhor desempenho em mais de 80 critérios relacionados com aspectos como o espaço dos animais nas explorações, a gestão de efluentes ou os programas sanitários que bloqueiam a propagação de doenças animais, como a Peste Suína Africana. O vencedor foi empresa Reis & Silva, de Fradelos, Vila Nova de Famalicão.

Prémios

O “Prémio Bem-Estar Animal CEVA” premeia as explorações com melhores pontuações no âmbito da certificação em bem-estar animal da Filporc – Associação Interprofissional da Fileira da Carne de Porco, que obedece a um extenso caderno de especificações com indicadores de bem-estar animal, auditado e certificado por um organismo de controlo independente.

O “Prémio Raças Autóctones CEVA” premeia os criadores que mais têm contribuído para a promoção e conservação das raças de suínos autóctones portuguesas: alentejano, bísaro e malhado de Alcobaça.

Por fim, o “Prémio Porco Diamante” aplica-se aos candidatos com melhores padrões de higiene, biossegurança e maneio nas suas explorações.

A empresa Euroeste, sediada em Rio Maior, liderava no número de nomeações num total de 21, seguindo-se a Agropecuária Valinho com 16 nomeações e a empresa Intersuínos com 11.

Por distrito, Santarém liderou com 23 empresas nomeadas, seguindo-se Leiria com 22, Lisboa com 20 e Setúbal com 18. Portalegre (2), Aveiro (1), Viseu (1) e Évora (1) completaram o quadro distrital de nomeações aos Prémios Porco D’Ouro.

Os vencedores

 

 

 

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Mercadona baixa preços ao consumidor. Pão, massa e azeite incluídos

Partilhar              A Mercadona, empresa de supermercados de origem espanhola, realizou uma nova redução de preços no …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.