Início / Featured / Vasco Cordeiro: Porto do Topo tem condições para servir pescas e turismo em São Jorge

Vasco Cordeiro: Porto do Topo tem condições para servir pescas e turismo em São Jorge

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, visitou hoje, 23 de Janeiro, as obras de melhoramento do Porto do Topo, um investimento de cerca de 6,5 milhões de euros que vai entrar este ano ao serviço das pescas e do turismo, reforçando, por esta via, as condições de desenvolvimento económico daquela zona da Ilha de São Jorge.

“Este investimento corresponde, sobretudo, a uma aposta estratégica quanto ao desenvolvimento de actividades económicas nesta parte da ilha de São Jorge”, uma vez que ficará dotado de condições para servir o sector das pescas, mas também as actividades de empresas marítimo-turísticas, referiu Vasco Cordeiro, no segundo dia da visita do Executivo açoriano à Ilha de São Jorge.

Obra concluída no final do ano

Em declarações aos jornalistas, o presidente do Governo Regional adiantou ainda que a obra, que deverá ficar concluída no final deste ano, “corresponde a um anseio muito esperado nesta zona da ilha”, representando, assim, o cumprimento de um compromisso assumido pelo Governo com a população.

Com a melhoria das condições de segurança e operacionalidade, o Porto do Topo vai ficar dotado com um molhe-cais com 60 metros de comprimento e uma frente acostável com cerca de 40 metros de comprimento, sendo também repavimentado o cais actual, construída uma rampa varadouro e um terrapleno com uma área de cerca de 1.200 metros quadrados.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Fungicida Ortiva e herbicida Rifit da Syngenta obtêm autorização excepcional de emergência

Partilhar            A DGAV — Direcção Geral de Alimentação e Veterinária concedeu uma Autorização Excepcional de Emergência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.