Início / Agricultura / Valor da produção agrícola ultrapassa os 6,7 mil milhões de euros em 2019. Contribuição do Alentejo vale 27,6%

Valor da produção agrícola ultrapassa os 6,7 mil milhões de euros em 2019. Contribuição do Alentejo vale 27,6%

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Valor da Produção Padrão Total (VPPT) da agricultura nacional ultrapassou os 6,7 mil milhões de euros em 2019 (+45,7% que  m 2009), sendo a contribuição do Alentejo de 27,6% e a do Ribatejo e Oeste de 22,9%. A Dimensão Económica (DE) média das explorações foi de 23,3 mil euros de VPPT em 2019, correspondente a um aumento de 8,1 mil euros face a 2009 (+53,2%).

Quem o diz são os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE), no “Recenseamento Agrícola – Análise dos principais resultados – 2019”.

Adianta o documento que as grandes unidades produtivas (mais de 100 mil euros de VPPT), embora representem apenas 4,0% das  explorações (2,8% em 2009), geraram 64,8% do VPPT (55,0% em 2009). Em contrapartida, 71,9% das explorações são muito pequenas (menos de 8 mil euros de VPPT), contribuindo com apenas 8,3% para o VPPT nacional.

Regionalmente observa-se uma grande variabilidade na DE, gerando as explorações do Alentejo em média 59,9 mil euros de VPPT, mais 2,6 vezes que a média nacional e mais 6,7 vezes que o valor gerado pelas explorações de Trás-os-Montes.

Grandes explorações

O contributo das grandes explorações para a formação do VPPT regional assume maior importância no Alentejo e no Ribatejo e Oeste, onde representa 79,1%. No entanto, o VPPT das grandes explorações aumentou em todas as regiões, com especial destaque para o Algarve. Apesar desta tendência, em Trás-os-Montes e na Madeira as explorações de grande dimensão representam menos de 1/5 do VPPT regional.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

UE aprova regime português de 150 M€ para apoiar empresas dos Açores afectadas pela pandemia

Partilhar            A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo das regras da União Europeia em matéria de auxílios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.