Início / Apoios e Oportunidades / Apoios Comunitários / Universidade de Évora vai contratar 19 Doutorados e 6 Mestres com apoio do Alentejo 2020

Universidade de Évora vai contratar 19 Doutorados e 6 Mestres com apoio do Alentejo 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Universidade de Évora (UÉ) vai poder contratar 19 Doutorados e 6 Mestres, para desenvolver actividades de transferência de conhecimento em 13 infraestruturas ou unidades de I&D suas. Com apoio comunitário do Alentejo 2020.

A Autoridade de Gestão do Alentejo 2020 e a Universidade de Évora assinam amanhã, dia 25 de Junho, pelas 11h30, nas instalações da Universidade, os Termos de Aceitação no âmbito da Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados – Instituições de Interface/Infraestruturas Tecnológicas, que envolve o financiamento global de cerca de 2,39 milhões de euros para aquelas contratações.

Os documentos serão assinados pela Reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas e pelo presidente da Autoridade de Gestão do Alentejo 2020, Roberto Pereira Grilo.

Diz uma nota de imprensa da Universidade de Évora que, pretende assim, “contribuir para o desenvolvimento do território e para a qualificação de recursos humanos, reforçando a inovação do tecido económico nacional através da oferta de novos produtos e serviços e de novas empresas e empreendedores, estimulando uma mais eficaz articulação com as empresas e promovendo o cruzamento do ecossistema empresarial com as Infraestruturas de I&D”.

Alentejo 2020

O Programa Operacional Regional Alentejo 2020 abriu este Aviso de Concurso “Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados” – Instituições de Interface/Infraestruturas Tecnológicas” no domínio da Competitividade e Internacionalização, com o objectivo de promover a sustentabilidade e qualidade do emprego e apoiar a mobilidade dos trabalhadores, sendo a prioridade de investimento a adaptação dos trabalhadores, das empresas e dos empresários à mudança.

A candidatura submetida pela UÉ, designada RH-VITA (Recursos Humanos para a valorização, Inovação e Transferência de Tecnologia no Alentejo), envolve o custo elegível de 2.809.203,28€, que, à taxa de comparticipação pública prevista no Aviso, de 85%, corresponde a uma comparticipação de 2.387.822,79€ (FSE: Fundo Social Europeu).

Os recursos humanos contratados exercerão actividades nas seguintes infraestruturas e Unidades de I&D:
-MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente; CIEMAR – Laboratório de Ciências do Mar; MED – Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas; ICT – Instituto de Ciências da Terra; CILIFO – Pólo do Centro de Investigação e Luta contra Incêndios Florestais; Laboratório HERCULES; CHRC – Health Research Centre; REQUIMTE; Cátedra de Biodiversidade; Cátedra das Energias Renováveis; BigDATA ;GAITEC – Gabinete de apoio à Inovação, Transferência, Empreendedorismo e Cooperação; Hospital Veterinário da UÉ.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Inovação e estratégia para a fruticultura nacional: Crédito Agrícola patrocina Congresso Frutos 2020

Partilhar            O Crédito Agrícola é parceiro do Congresso Frutos 2020, este ano dedicado ao tema “Inovação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.