Início / Agricultura / Universidade de Coimbra convida cidadãos a mapearem plantas invasoras

Universidade de Coimbra convida cidadãos a mapearem plantas invasoras

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Universidade de Coimbra tem no terreno um projecto inovador para que os cidadãos colaborem no mapeamento de uma das espécies de plantas invasoras mais problemáticas no território nacional: a acácia ou mimosa. A SPEA – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves é parceira desta iniciativa nos Açores.

Os investigadores da Escola Superior Agrária de Coimbra e do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra, que desenvolvem investigação na área das invasões biológicas dizem precisar de ajuda de cidadãos-cientistas para mapear as acácias invasoras em Portugal.

Mas o que são plantas invasoras?

Plantas invasoras são plantas que vieram de outros locais do mundo (exóticas), adaptaram-se muito bem no nosso território, e hoje em dia reproduzem-se e dispersam pelos seus próprios meios para longe dos locais onde foram introduzidas pelo homem, causando impactes ambientais e económicos negativos.

“Entre as piores plantas invasoras em Portugal, encontram-se as mimosas e outras espécies de acácias. Nesta altura do ano, várias destas espécies estão a começar a florir, pelo que é mais fácil distingui-las na paisagem e vê-las onde geralmente não vemos. Por isso, é a altura ideal para pedir a ajuda de todos para as colocar no mapa de avistamentos que temos no invasoras.pt – este mapa é uma plataforma de ciência-cidadã em que contamos com a colaboração de todos os cidadãos para construir o mapa das plantas invasoras em Portugal”, dizem os investigadores.

Quem pode colaborar?

Todos podem ajudar a recolher informação sobre plantas invasoras e ser cidadãos-cientistas. Cada cidadão pode registar-se no site (clicando aqui), ou fazer login se já estiver registado, e registar as plantas invasoras que vê perto de si no mapa de avistamentos, tornando-se um cidadão-cientista.

Para tal pode usar o site ou a app Plantas invasoras para dispositivos Android, disponível no Google Play. A informação registada fica disponível não só para investigação, mas para gestão das plantas invasoras e está disponível para todos.

Segundo a organização, submeter um avistamento é fácil. É apenas necessário uma fotografia e alguma informação sobre o local onde está a invasora, submeter o registo e esperar que apareça no mapa depois de validado pela equipa. Pode ver um pequeno vídeo e consultar as FAQ para esclarecer possíveis dúvidas.

As diferentes acácias nem sempre são fáceis de distinguir para um olhar pouco treinado, pelo que além das fotografias disponíveis no site, pode usar o Guia Prático para a Identificação de Plantas Invasoras em Portugal.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

PSD pede à ministra da Agricultura que esclareça atribuição de terrenos agrícolas em Idanha-a-Nova

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata (PSD) quer saber o que se passou com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.