Início / Agricultura / UE reforça medidas contra vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro. Importações da China só com controlo fitossanitário

UE reforça medidas contra vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro. Importações da China só com controlo fitossanitário

A Comissão Europeia acaba de estabelecer novas medidas para impedir a introdução e a propagação na União do vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro (ToBRFV). A partir de 3 de Novembro, a frequência das análises na importação de remessas é aumentada para 50% no caso das sementes ou dos vegetais para plantação originários de Israel e para 100% no caso das sementes originárias da China.

Segundo o Regulamento de Execução (UE) 2021/1809 da Comissão, de 13 de Outubro de 2021, desde a adopção do Regulamento de Execução (UE) 2020/1191, uma série de auditorias realizadas pela Comissão em 2020 e 2021 revelou que a aplicação das medidas de erradicação tem sido díspar. Por conseguinte, é necessário introduzir regras específicas aplicáveis ao estabelecimento de áreas demarcadas e às medidas a tomar nessas áreas.

Essas regras devem também estabelecer uma distinção entre locais de produção com protecção física e outros locais de produção, devido aos diferentes riscos fitossanitários que apresentam.

Acrescenta o documento que durante os controlos fitossanitários realizados com base no Regulamento de Execução (UE) 2020/1191, os Estados-membros detectaram um elevado número de remessas infectadas originárias da China e de Israel. Por esse motivo, com base numa taxa diferente de intercepções registadas no sistema informático veterinário integrado (TRACES) desde 2020, a frequência das análises na importação dessas remessas deve ser aumentada para 50% no caso das sementes ou dos vegetais para plantação originários de Israel e para 100% no caso das sementes originárias da China.

Pode ler o Regulamento de Execução (UE) 2021/1809 aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Preços na produção industrial aumentam 19,9% em Dezembro de 2021

Partilhar               O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) registou uma variação homóloga de 19,9% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.