Início / Agricultura / UE é o maior exportador mundial de produtos agrícolas

UE é o maior exportador mundial de produtos agrícolas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A União Europeia confirmou a sua posição como maior exportador, a nível mundial, de produtos alimentares e agrícolas. A produção agrícola representa 7% das exportações dos 28 Estados-Membros e 129 mil milhões de euros em 2015, de acordo com o relatório anual da Comissão Europeia “Agri-food trade report”.

O valor das exportações de produtos agrícolas europeus aumentou 5,7% em termos homólogos, o que faz da UE um exportador líquido, excedendo o valor das importações neste sector por 16 milhões de euros.

A produção agrícola total do da agricultura europeia atingiu os 410 mil milhões de euros em 2015. Juntos, o sector agrícola e o da produção de comida e bebidas empregam milhões de pessoas na UE, sendo responsáveis por 7,5% dos empregos e 3,7% do valor acrescentado na União.

Apesar do embargo russo aos produtos europeus e da queda dos preços a nível global, os resultados do comércio externo da União Europeia neste sectores foram positivos. O comissário europeu para a Agricultura e o Desenvolvimento Rural Phil Hogan comentou que “estes resultados são boas notícias para o sector agro-alimentar da UE. Os nossos padrões elevados de produção e compromisso com a qualidade na comida e bebidas asseguram uma procura externa estável”.

“Nos próximos meses, espero continuar a ver um crescimento das exportações dos agricultores e empresas agro-alimentares, e a Comissão vai apoiá-los em todas as etapas. Cada 100.000 euros de exportações criam um posto de trabalho no meio rural, em média, o que significa que os resultados positivos da UE nas exportações de produtos agro-alimentares incentivam o emprego e o crescimento das áreas rurais”, acrescentou Hogan, em comunicado da Comissão Europeia.

A razão principal para este aumento tem sido a diversificação de exportações. Novos mercado e o aumento do comércio com a China, que foi responsável por cerca de metade do crescimento das exportações, são as causas mais directas para os resultados positivos.

Actualmente, os cinco maiores destinos das exportações agro-alimentres europeias são os EUA, China, Suíça, Rússia e Japão. A UE ultrapassou os EUA, enquanto maior exportador a nível global neste sector, em 2013. Antes de 2010, as importações de produtos agrícolas e agro-alimentares da União Europeia valiam mais do que as suas exportações.

A União Europeia exporta, em particular, vinhos, cereais, carne, azeite e lacticínios. Um terço do valor das exportações provém de bebidas e produtos alimentares transformados, tais como massas e comida para bebés. O maior aumento registou-se em produtos que já representavam a fatia mais significativa das exportações agro-alimentares, tais como bebidas alcoólicas e vinho, que valem 1,5 mil milhões de euros em exportações.

As importações para a União Europeia, por outro lado, compõem-se mais de géneros alimentícios e alimentos para animais, que representam 80% do total das importações europeias.

O relatório completo inclui ainda dados do comércio da UE com os seus principais parceiros.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Município de Pombal regista novo recorde de registos no cadastro simplificado. São 1.088 prédios rústicos e mistos cadastrados

Partilhar              Pombal, um dos municípios que aderiu ao Balcão Único do Prédio (BUPi) em Junho passado, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.