Início / Agricultura / UE actualiza lista de espécies exóticas invasoras que suscitam preocupação na agricultura

UE actualiza lista de espécies exóticas invasoras que suscitam preocupação na agricultura

A Comissão Europeia acaba de actualizar a lista de espécies exóticas invasoras, na agricultura, que suscitam preocupação na União Europeia.

O Regulamento 2017/1263 da Comissão de 12 de Julho de 2017 explica que, com base nas provas disponíveis e nas avaliações do risco realizadas, a Comissão concluiu que as espécies exóticas invasoras a seguir indicadas cumprem os critérios previstos: Alopochen aegyptiacus Linnaeus, 1766 (pato); Alternanthera philoxeroides (Mart.) Griseb.(erva-de-jacaré); Asclepias syriaca L. (algodão bravo); Elodea nuttallii (Planch.) St. John (planta aquática); Gunnera tinctoria (Molina) Mirbel (planta ornamental e comestível); Heracleum mantegazzianum Sommier & Levier; Impatiens glandulifera Royle; Microstegium vimineum (Trin.) A. Camus; Myriophyllum heterophyllum Michaux (planta aquática); Nyctereutes procyonoides Gray, 1834 (cão-guaxanim); Ondatra zibethicus Linnaeus, 1766 (rato-almiscarado); Pennisetum setaceum (Forssk.) Chiov (capim-do-texas).

Cão-guaxinim

No entanto, adianta que alguns Estados-membros pretendem solicitar à Comissão que autorize a continuação da criação de Nyctereutes procyonoides Gray, 1834, ou cão-guaxinim, por “alegadas razões imperativas de reconhecido interesse público de carácter social ou económico”. Neste contexto, a inclusão desta espécie na lista da União deve ser sujeita a um período de transição antes que a inclusão desta espécie produza efeitos.

O Regulamento refere que as medidas previstas no presente regulamento “estão em conformidade com o parecer do Comité das Espécies Exóticas Invasoras”.

Pode ver aqui a lista.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

ASAE doa 400 quilos de carne apreendidos em entreposto frigorífico ao Jardim Zoológico da Maia 

Partilhar              A ASAE — Autoridade de Segurança Alimentar e Económica acaba de doar ao Jardim Zoológico …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.