Início / Agricultura / Ucrânia suspende proibição de exportações de açúcar e milho

Ucrânia suspende proibição de exportações de açúcar e milho

O governo ucraniano suspendeu a proibição das exportações de milho e açúcar. A decisão foi tomada na resolução do Gabinete de Ministros da Ucrânia № 549 de 3 de Maio de 2022.

“Desde o início de Maio, há um excedente de milho e açúcar na Ucrânia. Assim, a oferta de milho actualmente chega a 200 mil toneladas, enquanto o seu consumo médio interno é de 80 mil toneladas por ano. Além disso, a partir de 9 de Maio, já foi semeado milho numa área de 20.000 hectares”, refere uma nota de imprensa do Ministério da Política Agrária da Ucrânia.

As exportações de milho e açúcar foram proibidas pela Resolução de 5 de Março de 2022 № 207, que aprovou a lista de mercadorias cuja exportação e importação estão sujeitas a licenciamento e quotas para 2022. Entretanto, as associações e agricultores dirigiram-se ao Ministério da Política Agrária com uma carta-proposta para levantar a proibição de exportação de milho.

Quanto ao açúcar, a oferta no mercado é superior a 1,5 milhões de toneladas com uma procura interna anual de 1,1 milhão de toneladas. Ao mesmo tempo, quase 99% da área plantada com beterraba já foi semeada – 181,4 mil hectares.

Recorde-se que o centeio, a aveia, o trigo sarraceno, o sal e os fertilizantes (excepto azoto) permaneceram na lista de quotas de exportação zero (ou seja, proibição de exportação).

Actualmente, estão licenciados para exportação: gado vivo; carne bovina congelada, carne e miudezas comestíveis; trigo, aves, ovos de galinha.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotação do trigo mole panificável importado chega aos 486 euros por tonelada

Partilhar              A invasão da Ucrânia por parte da Rússia continua a agravar a escalada de preços …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.