Início / Agricultura / Tempestade de chuva e granizo destrói culturas agrícolas no Fundão. ADACB reclama modificações no seguro público
Foto cedida pelo Jornal do Fundão

Tempestade de chuva e granizo destrói culturas agrícolas no Fundão. ADACB reclama modificações no seguro público

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma forte tempestade de chuva e granizo afectou “brutalmente as culturas agrícolas no concelho do Fundão, nomeadamente nas freguesias de Póvoa da Atalaia e Atalaia do Campo, Castelo Novo e Soalheira. Sendo uma importante zona de pomares de cereja, pêssego e vinha esta trovoada provocou graves prejuízos aos produtores”.

Perante este cenário, a ADACB — Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco diz em nota de imprensa que “mais uma vez, reclama um seguro público adequado á nossa realidade agrícola”.

Apoios pedidos

Na mesma nota, a Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco, manifesta “solidariedade ás vítimas desta tempestade e reclama medidas concretas de apoio para minimização dos prejuízos”.

Por outro lado coloca-se “ao dispor das autoridades competentes para que este apoio seja efectivado. Devido às alterações climáticas, os fenómenos meteorológicos extremos são cada vez mais frequentes, pelo que mais uma vez, esta Associação reclama um seguro público adequado á nossa realidade agrícola”.

Prejuízos

Segundo avança o Jornal do Fundão, o granizo, que nalguns sítios, atingiu quase um metro de altura, arrasou morangueiros, hortícolas, árvores de fruto e outras culturas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Agricultores do distrito de Leira marcam manif em Lisboa para 14 de Junho, dia de reunião de ministros da Agricultura da UE

Partilhar            A União dos Agricultores do Distrito de Leira (UADL) e a Confederação Nacional da Agricultura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.