Início / Agricultura / Syngenta lança fungicida Carial Flex para controlo do míldio da batateira

Syngenta lança fungicida Carial Flex para controlo do míldio da batateira

A Syngenta apresentou uma nova solução para o controlo do míldio da batateira, o Carial Flex, o qual combina duas substâncias activas que actuam em todos os estados de desenvolvimento do fungo, proporcionando um maior controlo do míldio, a principal doença que afecta a cultura da batateira.

O lançamento do Carial Flex decorreu a 14 de Dezembro, na Herdade do Monte Novo, concelho de Palmela, com a presença de técnicos das organizações de produtores e da distribuição, de todo o País. A Syngenta convidou a PorBatata- Associação da Batata de Portugal para uma apresentação sobre as tendências e desafios do mercado nacional da batata.

PorBatata vai internacionalizar batata portuguesa

“Não somos os maiores, mas somos bons produtores de batata, devemos procurar os parceiros certos e os países indicados para valorizar a batata portuguesa na exportação. A PorBatata vai dar início a um programa de internacionalização da batata portuguesa, ancorado numa marca nacional de batata”, revelou António Gomes, presidente da direcção desta associação criada em 2016 e que tem 42 empresas associadas.

Por sua vez, Sandra Pereira, secretária-geral da PorBatata, explicou que o objectivo da associação “é ser a voz oficial do sector da batata junto das autoridades nacionais e estrangeiras, contribuir para o aumento da competitividade da cultura da batata e promover o consumo de batata portuguesa”.

Neste primeiro ano de actividade, destaca-se a intervenção da PorBatata junto do Ministério da Agricultura, que resultou na criação de uma linha de crédito no valor de 3 milhões de euros para apoiar necessidades de tesouraria dos operadores do sector da batata, e a realização de reuniões de trabalho com a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária sobre problemas fitossanitários que afectam a cultura da batata, com a APED – Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição e com a Europatat, a associação europeia para o comércio de batata que representa o sector na Comissão Europeia.

Míldio da batateira

Já o responsável técnico de campo da Hortapronta, Humberto Bizarro, introduziu o tema do míldio da batateira, recordando que é a doença mais grave nesta cultura, tanto em Portugal como em todo o Mundo, podendo dizimar um campo de batata em poucas horas: “se não controlarmos o míldio, não conseguimos controlar o campo. É essencial realizar tratamentos fungicidas de forma preventiva e devemos combinar produtos com diferentes modos de ação, por forma a evitar resistências”.

O técnico lembrou que a batata é dos alimentos mais consumidos na Europa e que, no final do século XIX, o míldio dizimou a cultura da batata na República da Irlanda, tendo a escassez deste produto, base da dieta alimentar, levado à morte de milhões de irlandeses.

Carial Flex

O Carial Flex, diz fonte da Syngenta, surge como um novo aliado dos agricultores para controlar o míldio da batateira, contendo na sua formulação, uma combinação versátil de duas substâncias activas – a mandipropamida (25%) e o cimoxanil (16%) –, que fazem deste fungicida um produto extremamente robusto no combate à doença.

A mandipropamida tem máxima acção em aplicações preventivas, actua sobre a germinação dos zoósporos e dos esporângios, inibindo rapidamente o crescimento do fungo. A sua eficácia deve-se à dupla acção: tem uma actividade de contacto duradoura, aderindo de imediato e com tenacidade à capa cerosa da planta e mantendo a sua acção preventiva durante um período de tempo prolongado.

Resiste à lavagem pela chuva intensa que ocorra entre aplicações. A mandipropamida tem ainda actividade no interior da planta e translaminar, penetrando no interior dos tecidos vegetais até à parte oposta da superfície tratada, o que permite a sua actuação na fase inicial das infecções por míldio.

O cimoxanil tem um modo de acção multimetabólico, diferente de qualquer outro fungicida comercializado no mercado, com acção preventiva, curativa e anti-esporulante. Actua sobre todos os estados de desenvolvimento do fungo e comporta-se de modo sinérgico quando misturado com outros fungicidas. Além disso, estimula as defesas da planta, proporcionando um determinado nível de tolerância ao fungo.

Formulação sem ditiocarbamatos

O Carial Flex, ao ser uma formulação sem ditiocarbamatos, é uma solução sustentável, tendo em consideração o processo de revisão de substâncias activas pela Comissão Europeia, o qual poderá vir a restringir a utilização de formulações com ditiocarbamatos na sua composição.

“O Carial Flex preenche uma lacuna no portfólio da Syngenta em fungicidas com acção penetrante e responde às necessidades globais do mercado português, sendo apresentado em duas embalagens – 5kg e 60g –, a primeira para o mercado mais profissional da batata e a segunda para a lavoura tradicional”, explica Maria do Carmo Pereira, portfolio manager de fungicidas da Syngenta na Península Ibérica.

A mandipropamida resulta da I&D da Syngenta e está a ser trabalhada numa estratégia “multi-site free” para controlo do míldio em várias culturas, como a batateira, o tomateiro e a vinha. Para além do Carial Flex, a mandipropamida está presente em produtos como o Carial Top, fungicida para o controlo do míldio e da alternaria da batateira e do tomateiro, e o Ampexio, um anti-míldio para vinha, ambos a lançar no mercado português em 2018.

De acordo com números oficiais revelados no evento, Portugal produz em média 500.000 toneladas de batata/ano, em cerca de 25.000 hectares, e importa um volume semelhante de batata. O grau de auto-aprovisionamento do nosso país em batata ronda os 50% e o consumo per capita é de 93,1 kg batata/habitante/ano. Já as exportações nacionais de batata são estimadas em 100.000 toneladas.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

APDEA faz X Congresso na Escola Superior Agrária de Coimbra

Partilhar              O X Congresso da Associação Portuguesa de Economia Agrária (APDEA) e o IV Encontro Lusófono …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.