Início / Agricultura / STET lança nova gama de retroescavadoras CAT e promete “melhor desempenho e eficiência de combustível”

STET lança nova gama de retroescavadoras CAT e promete “melhor desempenho e eficiência de combustível”

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A STET — Sociedade Técnica de Equipamentos e Tractores prepara-se para lançar quatro novos modelos de retroescavadoras, a fim de substituir os anteriores modelos CAT série F2. Após o sucesso dos modelos anteriores – 428F2, 432F2, 434F2 e 444F2, os novos modelos – 428, 432, 434 e 444 – foram redesenhados e reconfigurados “para voltar a surpreender”, garante fonte da empresa.

A estética das novas máquinas será mantida, tal como a nomenclatura CAT. No entanto, a nova gama de retroescavadoras apresenta inúmeras diferenças face à anterior. Além das suas designações terem perdido os sufixos do modelo, as novas retroescavadoras são versões melhoradas da CAT série F2.

O sistema foi redesenhado para um maior controlo do operador, incorporando agora medidores analógicos da máquina, com uma opção de ecrã LCD táctil, controlada por teclas de função, o que se traduz numa utilização acessível e simplificada.

Os pop-ups de ícones informativos oferecem uma navegação rápida entre os modos operacionais, enquanto as descrições de diagnóstico simplificam a solução de problemas e a manutenção da máquina.

Sistema de segurança

O sistema de segurança da nova série também foi aprimorado, tendo actualmente a capacidade de desactivar o motor, a transmissão e o sistema hidráulico. Para reverter o processo, terá de ser inserida uma senha válida no ecrã LCD de controlo do operador.

Os novos comandos instalados no assento são standard nos modelos 432 e 444. Como opção, podem ser instalados nos modelos 428 e 434, de forma a que o operador trabalhe com maior precisão, conforto e menor esforço.

Mais eficiência

Acrescenta a mesma fonte da STET que o motor CAT C3.6 encontra-se em conformidade com as emissões da fase V da UE. Este motor consiste numa solução, sem custos de manutenção, de Redução Catalítica Selectiva (SCR), com fluído de escape diesel (DEF) e filtro de partículas diesel (DPF).

O modelo 428 encontra-se disponível com um motor de 55 kW, em substituição do anterior 427F2, e requer apenas um DPF para atender aos padrões de emissão da fase V da UE. O filtro DPF foi projectado com o objectivo de proporcionar uma experiência segura durante a vida útil da máquina.

Embora o motor CAT C3.6 consuma até 10% menos de combustível, reduzindo os custos operacionais, oferece a mesma potência e binário de torque. Além disso, o sistema pós-tratamento é passivo, e não precisa de manutenção.

Todos os modelos da nova gama de retroescavadoras apresentam tracção às quatro rodas, com bloqueio do diferencial traseiro para uma melhor tracção em condições de solo precárias.

Os modos de gestão de potência oferecem ao operador as opções Modo ECO o e Modo Standard, com a função de potenciar o desempenho do motor e a economia de combustível.

Existe ainda a opção Modo Standard Plus que deverá ser utilizada para obter a máxima produtividade, obtida através do aumento do desempenho da máquina e da maximização das velocidades. Para o operador desfrutar de uma mudança de velocidades suave e sem ter de parar, os modelos 428 e 434 terão como opção a transmissão Powershift (standard no modelo 432). Esta nova transmissão permite alterar as mudanças de uma forma fácil e cómoda.

Para tal, o operador apenas terá de girar a alavanca do inversor para mudar de marcha. Quanto ao modelo 444, este continuará equipado com uma transmissão totalmente automática como padrão.

A nova gama contém um fluxo hidráulico auxiliar ajustável para a retroescavadora, de modo a que o sistema hidráulico da máquina possa ser ajustado com precisão e, assim, atender às especificações operacionais dos acessórios. Com o propósito de potenciar a utilização da máquina, as novas retroescavadoras são compatíveis com os acessórios da série F2 e, por esse motivo, excluem a necessidade de comprar novos acessórios, reduzindo os custos operacionais.

Uma vez que a solução VisionLink admite a possibilidade de monitorizar remotamente os dados, a mais recente ferramenta CAT Product LinkTM é também standard nos novos modelos de retroescavadoras, com o objectivo de maximizar o tempo de actividade da máquina.

Através desta solução, torna-se possível personalizar os dados operacionais recolhidos (níveis de combustível, sumários de carga útil, programação de lembretes de serviço e alertas de códigos de falha.) Permitindo ao operador, atender as necessidades específicas de gestão da sua frota.

Saiba mais sobre as novas retroescavadoras aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

GNR identifica dois homens por incêndio florestal em Cantanhede. Fogo provocado por rebarbadoras

Partilhar            A GNR — Guarda Nacional Republicana informa que o Comando Territorial de Coimbra, através do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.