Início / Featured / Setúbal acolhe Dia da Polícia Marítima 2022

Setúbal acolhe Dia da Polícia Marítima 2022

O presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, agradeceu hoje, 16 de Outubro, à Polícia Marítima o seu papel na salvação, protecção e socorro, no final da cerimónia oficial das comemorações do 103.º aniversário da instituição, junto ao jardim da beira-mar, em Setúbal.

Presidida pela ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, a cerimónia, que incluiu a condecoração de nove militares e uma civil e uma homenagem aos agentes falecidos, contou com a presença do Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, almirante Henrique Gouveia e Melo, e do comandante-geral da Polícia Marítima, vice-almirante João Dores Aresta, entre outras individualidades.

“Setúbal é uma cidade ligada ao mar e a Polícia Marítima tem tido, ao longo destes mais de cem anos, uma actividade significativa na nossa zona ribeirinha, na sua ligação ao mar”, disse André Martins, manifestando “grande regozijo” pela escolha da cidade para o Dia da Polícia Marítima, por ser “o reconhecimento da ligação de Setúbal ao mar, do ponto de vista da importância social, da importância económica, da importância cultural.

O autarca recordou que a Câmara Municipal tem feito “muito” para serem criadas “cada vez melhores condições para ligar a cidade ao rio” e considerou que a iniciativa de hoje também reconhecia esse esforço.

“Cabe-me, naturalmente, agradecer à Polícia Marítima a sua disponibilidade, a sua prontidão para a salvação, a protecção e o socorro. Muito obrigado à Polícia Marítima”, concluiu o presidente da Câmara, que durante a cerimónia ouviu o comandante-geral daquela força agradecer-lhe a “hospitalidade”.

No seu discurso, a ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, considerou que a escolha de Setúbal, enquanto capital de distrito, como anfitriã das comemorações era “simbólica do apoio e da importância que os municípios, os autarcas e as gentes desta região conferem às actividades da Autoridade Marítima Nacional e da Polícia Marítima”.

Depois de transmitir “o compromisso do Governo com a contínua valorização, consolidação e modernização de uma estrutura tão vital ao exercício da soberania do estado do mar e nas áreas sob jurisdição marítima”, a governante recordou o papel da Polícia Marítima na vigilância e policiamento dos cerca de 2.500 quilómetros da costa portuguesa, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

O comandante-geral da Polícia Marítima, vice-almirante João Dores Aresta, salientou que, ao longo de 103 anos de existência, a força teve “um percurso histórico notável”, em “quaisquer circunstâncias de tempo e de mar, próxima daqueles que o usam, das comunidades ribeirinhas, de todos os que dela precisam e, com tudo isto, ao serviço dos portugueses e de Portugal”.

Sublinhou que as missões que lhe estão atribuídas são a realização de acções de vigilância, o policiamento marítimo, o salvamento e o controlo dos espaços marítimos, costeiros e portuários.

Desde 2019, em território nacional realizou “mais de 560 mil horas de vigilância e policiamento” e “aproximadamente 100 mil horas de navegação em acções de patrulha e fiscalização”, com “mais de 330 mil acções de fiscalização, controlo e vistoria de cerca de 45 mil embarcações” e a “abertura de mais de 13 mil processos de contra-ordenação”.

Entre 14 e 16 de Outubro, o programa das comemorações do Dia da Polícia Marítima 2022 em Setúbal, centrado na zona do jardim da beira-mar e com todas as actividades gratuitas, incluiu ainda, além da cerimónia oficial, exposição, demonstração e experimentação de meios náuticos.

No final da cerimónia, realizou-se um desfile de meios, com a apresentação de um drone, veículos de todo-o-terreno, motos4, motos de água e uma lança rápida, entre outros, antes de a comitiva visitar a exposição e assistir a uma demonstração de capacidade e meios aquáticos no rio, a qual envolveu a equipa de vigilância costeira, o grupo de mergulho forense e o grupo de acções tácticas.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Aplog promove formação para executivos sobre importância da logística no comércio internacional

Partilhar              A Aplog – Associação Portuguesa de Logística está a organizar uma “Formação para Executivos – …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.