Início / Apoios e Oportunidades / Sérgio Ávila diz que já há 473 produtos com o selo da Marca Açores

Sérgio Ávila diz que já há 473 produtos com o selo da Marca Açores

O vice-presidente do Governo revelou ontem, 3 de Fevereiro, em Ponta Delgada, que, “no espaço de apenas um ano, 473 produtos já têm o selo da Marca Açores”, acrescentando que 96 empresas se encontram registadas no portal desta marca.

Sérgio Ávila falava na cerimónia de assinatura de um protocolo com a INSCO – Insular de Hipermercados, através da qual esta empresa vai passar a vender nos seus espaços comerciais mais produtos com o selo da Marca Açores, agora na área das carnes.

“Temos muitos mais produtos e muitas mais empresas que, felizmente, estão a aderir de forma massiva a esta marca, que tem sido, efectivamente, para as nossas empresas, um sinal de distinção, de garantia de qualidade e de valorização dos nossos produtos”, afirmou.

O vice-presidente realçou a adesão ao selo da Marca Açores por parte da INSCO, “pela sua capacidade de valorizar produtos numa área essencial para a nossa competitividade económica e para a nossa economia, que é a da carne”, sublinhando a importância de se consumirem produtos açorianos na Região.

“Consumir produtos açorianos é contribuir para o emprego dos Açorianos”, frisou Sérgio Ávila, por contraponto com o que disse ser contribuir para a criação de emprego noutros locais quando se consome produção não açoriana.

Nesse sentido, considerou que, enquanto consumidores, “temos todos um papel fundamental neste esforço de criação de mais emprego”.

Alargamento da Marca a nível nacional

Para o vice-presidente, “se até há pouco tempo não era possível identificar, de forma precisa e objectiva, os produtos açorianos, agora tal já é possível”, acrescentando que, “quanto maior for a adesão ao consumo de produtos da Marca Açores, maior será a garantia da evolução da nossa produção”.

Na sua intervenção, Sérgio Ávila revelou que o Governo Regional está a preparar o alargamento da adesão ao selo da Marca Açores a grandes superfícies no mercado nacional, “de forma a que possamos criar condições para haver espaços só de produtos açorianos nessas grandes superfícies”.

“Vamos associar a isto uma vasta campanha nos meios de comunicação social nacionais no segundo trimestre deste ano, para que a apetência de consumir produtos açorianos seja reforçada”, adiantou, sublinhando ser esse o caminho que tem de ser seguido.

Numa referência ao papel da INSCO na comercialização de produtos açorianos, Sérgio Ávila salientou o facto de, através desta empresa, terem sido adquiridos, no último ano, 1.900 novilhos, 8.700 suínos e mais de meio milhão de frangos produzidos na Região.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Balanças Marques faz balanço positivo de presença em feira no Egipto

Partilhar              A Balanças Marques foi uma das 5 empresas portuguesas a participar, conjuntamente com a Associação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.