Início / Agenda / Seminário Macaro Food 2021. Madeira presente no debate sobre valorização dos produtos marinhos das regiões da Macaronésia

Seminário Macaro Food 2021. Madeira presente no debate sobre valorização dos produtos marinhos das regiões da Macaronésia

O Seminário Macaro Food 2021 está a decorrer em Tenerife, nas Canárias, desde ontem e termina amanhã, 6 de Novembro, contando com a presença da Região Autónoma da Madeira. Uma organização do Instituto de Pesquisa Social e Turismo da Universidade de La Laguna.

O evento decorre no âmbito do projecto Macaro Food, que tem como enfoque a “valorização dos produtos marinhos das regiões da Macaronésia”, Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde, nas áreas do turismo, gastronomia e formação profissional.

O seminário tem como principais objectivos elaborar um diagnóstico social e económico da cadeia de valor dos produtos marinhos, avançar na construção de uma aliança Macaronésia na pesca artesanal e nas pesquisas necessárias a ela relacionadas, destacar o papel das mulheres no sector e compartilhar os resultados do projecto, explica uma nota de imprensa do Executivo madeirense.

A Região Autónoma da Madeira está representada pela directora regional do Mar, Mafalda Freitas, e pelo director de serviços de monitorização, estudos e investigação do mar, João Delgado.

De acordo com a directora regional, a presença no seminário “é muito importante para a troca de experiências e boas práticas sobre todas estas questões, bem como em relação às potencialidades que os mercados da Macaronésia oferecem para os produtos da pesca local, num quadro de colaboração internacional, aprendizagem mútua e intercâmbios para o desenvolvimento de cadeias de valor inovadoras”.

Desafios da economia circular

Com cinco anos de execução, Mafalda Freitas enumera outros objectivos do programa. “Os desafios da economia circular e a redução da pegada ambiental dos alimentos nos ecossistemas insulares somam-se também como objectivos prioritários”.

Na sessão desta sexta-feira foram apresentadas várias comunicações centradas nos temas “Transferência e internacionalização”, “Iniciativas inovadoras na cadeia de valor dos produtos da pesca”, “Para uma nova gastronomia de produtos do mar” e “Mulheres e o mar”.

Para este sábado, dia do encerramento, os temas estão centrados na “Iniciativa Ecotunidos” com as escolas de Tenerife, na qual serão apresentadas as actividades desenvolvidas até ao momento e as suas perspectivas de futuro. A Organização de Produtores, a Organização de Produtores de Atum e Peixe Fresco da Ilha de Tenerife (IslaTuna) e as escolas darão o seu ponto de vista sobre a experiência.

Macaro Food

O objectivo do projecto Macaro Food é criar uma rede de parceria público-privada e cooperação, melhores práticas e gestão sustentável, para desenvolver sinergias entre as ciências marinhas/sociais e a gastronomia e estabelecer fluxos dinâmicos de informação / conhecimento através da utilização das TIC, para impulsionar um turismo de excelência e valorizar o produto marinho local.

Transferências (conhecimento e tecnologia), formação em produtos do mar e o seu uso responsável em hotelaria/turismo e transferência do conhecimento para a sociedade são os pilares do projecto.

Os responsáveis pelo Macaro Food garantem que esta estratégia vai melhorar a competitividade das PME e criar condições para a sua internacionalização, reforçando a sua posição no mercado e inovação no sector das pescas e da sua cadeia de valor.

Por outro lado, deverá promover o empreendedorismo/auto-emprego e revigorar o papel das mulheres

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

ICNF tem 29 tractores e respectivas alfaias para ceder aos Sapadores Florestais

Partilhar              O ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas informa que, dando sequência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.