Início / Agenda / Seminário “Exportar e Investir no Egipto” realiza-se no dia 5 de Junho

Seminário “Exportar e Investir no Egipto” realiza-se no dia 5 de Junho

A Câmara de Comércio e a Aicep organizam o seminário “Exportar e Investir no Egipto”, no dia 5 de Junho, entre as 10 horas e as 12h45, na sede da Câmara de Comércio, em Lisboa.

Ocupando o canto Nordeste do continente africano, o Egipto é dividido pelo vale do Rio Nilo, onde se situa grande parte da actividade económica do país. O Egipto assume a posição de país mais populoso do Norte de África e Médio Oriente, o que levou a que emergisse como um mercado consumidor de importância significativa na região, comprovado pela chegada de dezenas de marcas globais nos últimos dois anos, explica a organização do evento.

“O país iniciou a sua transformação para uma economia estável, democrática e moderna. Graças a um enorme processo de modernização, iniciado nos anos 90 e ainda em curso, o Egipto tornou-se num dos países em desenvolvimento mais rápido do mundo. Uma economia já paralisada foi reavivada por reformas destinadas a reduzir o peso do sector público e a expandir o sector privado”, acrescenta a mesma fonte.

Economia a melhorar

Economia resiliente, capaz de superar desafios económicos, como o fez na crise financeira de 2008, a economia egípcia “está a melhorar gradualmente”, com taxas anuais de crescimento do PIB, atingindo 4% nos últimos anos, acima de uma média de apenas dois por cento durante o período de 2010 a 2014.

A participação nesta iniciativa é gratuita mediante inscrição prévia. Programa e inscrições aqui.

Agricultura e Mar Actual

 

 
       
   
 

Verifique também

Garland Logistics obtém Certificação IFS Logistics para armazenamento e transporte de bens alimentares

Partilhar              A Garland Logistics, empresa de logística do Grupo Garland, obteve a exigente certificação pelo Standard …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.