Início / Agricultura / Sector vinícola tem apoios de 65 milhões de euros disponíveis a fundo perdido

Sector vinícola tem apoios de 65 milhões de euros disponíveis a fundo perdido

A campanha vinícola de 2017 conta com apoios de 65 milhões de euros a fundo perdido. Este montante destina-se à  reestruturação da vinha, a destilação, a promoção e os seguros de colheitas.

O Ministério da Agricultura, em nota de imprensa, relembra que o Governo “continua a apoiar o sector vitivinícola através dos diversos programas dedicados ao sector”.  E que para a campanha de 2017 “estão disponíveis apoios que ascendem a um montante global de 65 milhões de euros e que se destinam à modernização e ao reforço da competitividade do sector”. Valor que é a fundo perdido.

Exportações de 738 milhões de euros

Este ano, o Governo está a apoiar a reestruturação da vinha, a destilação, a promoção e os seguros de colheitas com 65 milhões de euros a fundo perdido, dando “sequência a uma estratégia que tem vindo a potenciar o sector, do ponto de vista do desempenho económico”, realça a nota do Ministério liderado por Luís Capoulas Santos.

“Ao aumento de qualidade e à aposta na promoção tem correspondido, de forma sustentada, um crescimento das exportações, em valor, que em 2016 atingiram os 738 milhões de euros, colocando Portugal na nona posição entre os maiores exportadores do Mundo”, realça a mesma fonte.

E adianta que o Executivo “continua a apostar na promoção internacional e na abertura de novos mercados, bem como na consolidação dos actuais destinos das exportações nacionais”.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Volume de capturas de pescado em Portugal diminui 29% em Abril de 2022

Partilhar              O volume de capturas de pescado em Portugal diminuiu 29% em Abril de 2022 (-31,3% …

Um comentário

  1. Noticia estranha, num momento em que pequenos viticultores da região do Dão, foram informados da falta de elegibilidade das suas candidaturas ao programa Vitis, para áreas inderiores a 3ha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.