Início / Agricultura / Sapec Agro lança Trunfo F, fungicida para a cultura da vinha

Sapec Agro lança Trunfo F, fungicida para a cultura da vinha

A Sapec Agro acaba de lançar mais uma solução para a cultura da vinha. O Trunfo F é o novo fungicida para as principais doenças da videira. A empresa recomenda o seu posicionamento ao início do ciclo vegetativo, pela “sua importante acção sobre a escoriose, doença cuja possibilidade de controlo se limita aos primeiros estados fenológicos da vinha”.

Paralelamente, a Sapec Agro recomenda a sua acção sobre black rot, oídio e míldio permite a sua aplicação em fases posteriores do desenvolvimento da cultura.

O Trunfo F é composto por duas substâncias activas, azoxistrobina e folpete. A acção combinada destas duas substâncias, confere ao produto “uma importante acção preventiva e anti-esporulante, sobre diversos fungos que atacam a cultura”, acrescenta a empresa.

A Sapec Agro recomenda-se a aplicação do produto preventivamente, ao início do ciclo vegetativo da cultura, de modo a assegurar protecção desde os primeiros estados fenológicos e refere que o Trunfo F vem complementar a gama vinha da Sapec, cobrindo as finalidades mais importantes da cultura.

Ficha técnica

O Trunfo F é um fungicida constituído por duas substâncias activas: azoxistrobina substância sistémica e translaminar que é absorvida pelas raízes e translocada pelo xilema a toda a planta, da família das estrobilurinas grupo químico que, segundo a classificação do FRAC, se designa por QoI (Quinone outsider Inhibitors).

A azoxistrobina actua inibindo a respiração mitocondrial no fungo. A outra substância é o folpete, substância muito conhecida e utilizada e que tem uma acção preventiva, sendo classificada pelo FRAC como fungicida de contacto multi-site pois interfere em diversos processos ao nível do fungo.

O Trunfo F apresenta o conjunto das características das substâncias que o compõem: ao nível do posicionamento na superfície vegetal é um produto de contacto, penetrante e sistémico, de largo espectro (Míldio, Oídio, Black-rot, Escoriose) e com acção preventiva, curativa e anti-esporulante.

Formulação: Suspensão concentrada (SC) com 93,5 g/L ou 7,36 (p/p) de azoxistrobina e 500 g/L ou 39,37% (p/p) de folpete

Embalagens: 150 mL – 1 L

Modo de Aplicação: Calibrar correctamente o equipamento, para o volume de calda gasto por ha, de acordo com o débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas) com especial cuidado na uniformidade da distribuição da calda. A quantidade de produto e o volume de calda devem ser adequados à área de aplicação, respeitando as concentrações/doses indicadas. Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, utilizar sempre a dose de produto/ha independentemente do volume de calda gasto.

Modo de Preparação: No recipiente onde se prepara a calda, deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre. Evitar deixar a calda em repouso.

Intervalo de Segurança: 28 dias em videira de uvas para vinificação.

Mais informações aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Bolsa do Porco – Semana 32/2022 – 2,347€ (Subida de 0,020€)

Partilhar              Análise da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores Mercado europeu A Alemanha ia …

Um comentário

  1. Domingos Leal Ribeiro

    Parabéns pela apresentação do produto, espero ajudar a resolver vários problemas com o fungo .e espero ser distribuído para o mercado Cabo-verdiano a não ser problema com homologação. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.