Início / Agenda / São Brás de Alportel: Alfarroba é estrela na 27ª Edição da Feira da Serra

São Brás de Alportel: Alfarroba é estrela na 27ª Edição da Feira da Serra

A edição de 2018 da Feira da Serra de São Brás de Alportel foi apresentada esta quarta-feira, 18 de Julho, à sombra de uma alfarrobeira dos Jardins do Pavilhão Municipal, em pleno recinto que entre 26 e 29 de Julho, recebe novamente este grande evento que este ano tem por convidada especial a alfarroba, um dos produtos endógenos do Algarve.

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, preside à inauguração da Feira da Serra, amanhã, pelas 18h30.

Novamente em formato de quatro dias, o certame, da responsabilidade da autarquia, volta a mostrar “como a tradição e a inovação se podem juntam num encontro perfeito, num evento que procura ser uma mostra do Algarve mais genuíno e ao mesmo tempo apresentar projectos de empreendedorismo, sendo também, cada vez mais, um desafio ao empreendedorismo local”, refere fonte institucional da câmara.

18 espaços temáticos

Em 2018, a Feira da Serra conta com 18 espaços temáticos: o renovado Sítio da Alfarroba, a Aldeia Serrana, os Encontros de Sabores e de Ofícios, o Picadeiro, o Sítio dos Animais, o Sítio dos Curiosos, a Praça do Município, os palcos Principal, Sonoridades e Sabores, o espaço “o Mercado vai à Feira”, o Sítio do Vinho, os Jardins da Serra e do Barrocal, a Praça da Diversão, o Espaço “Visit São Brás de Alportel” e ainda a novíssima “Street Area”.

“Para nós, a Feira da Serra é uma aposta ganha na promoção turística do concelho e na dinamização da economia local”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro, aos jornalistas a quem explicou que o Município encara este evento como um investimento fundamental na dinamização económica do concelho com retorno directo para todos os participantes e indirecto para toda a economia local, não apenas no decurso do certame, mas todo o ano.

Medir o impacto deste evento no concelho é objectivo do Município num projecto que está a promover com a parceria da Universidade do Algarve.

“Uma referência do Algarve”

A vice-presidente da autarquia, Marlene Guerreiro, afirmou que a Feira da Serra de São Brás de Alportel, que há muito deixou de ser apenas uma feira de artesanato ou gastronomia, é hoje uma referência do Algarve no País e além fronteiras, sendo uma verdadeira montra do melhor que o concelho tem para oferecer, “o melhor que temos e somos” e sobretudo uma festa de toda a comunidade são-brasense, orgulhosamente também dos seus jovens que se envolvem e participam, permitindo a tão almejada ponte entre a tradição e a inovação.

Um desafio que “tem sido superado com uma busca contínua por novos projectos, porta sempre aberta a novos projectos, aliciando o empreendedorismo e a inovação, um esforço fundamental” para que “hoje e cada vez mais a Feira da Serra seja Jovem e tenha futuro”, frisa Marlene Guerreiro.

Street Area

A nova Street Area, com a comida artesanal de rua, dá o seu contributo ao estabelecer uma ponte entre a inovação e a tradição, explicou Marlene Guerreiro. “A Feira da Serra pisca o olho ao empreendedorismo e à inovação e só assim podemos dar futuro à tradição e às potencialidades do nosso território”.

Responsável pela montagem da Feira da Serra, o vereador Acácio Martins, contou que o recinto, com cerca de 20 mil m2, é constantemente melhorado para garantir a segurança e a fácil deslocação para todos os visitantes. “A Feira da Serra é uma paixão dos são-brasenses. Está em constante inovação, crescimento e vitalidade. Acredito que vai ser uma grande edição”, afirmou Acácio Martins.

Alfarroba, a estrela que ‘come’ CO2

A alfarroba foi apresentada na Conferência de Imprensa por um dos homens mais conhecedores deste produto a nível mundial: o algarvio Manuel Caetano, apelidado por muitos como “Mr. Carob” ou e em português “Sr. Alfarroba” que é o padrinho da Feira da Serra 2018. Juntou-se à conversa o industrial José Natalino, representante do sector da alfarroba em São Brás de Alportel.

Apaixonado pela alfarroba há já muitas décadas, Manuel Caetano revelou algumas das inúmeras potencialidades da alfarrobeira, “a maior amiga do meio ambiente”, verdadeiramente uma árvore abençoada pela Natureza, que é hoje no Mundo reconhecida como uma forte aliada para travar a desertificação e combater a poluição.

Manuel Caetano explicou que um hectare de alfarrobeiras absorve, em média, 15 toneladas de CO2 por ano, ou seja, o Algarve com as alfarrobeiras que tem actualmente tem capacidade para absorver perto de 4.500.000 toneladas de CO2/ano.

Utilizações da alfarroba

A nível comercial, a semente da alfarroba (que outrora foi unidade de medida e dá nome ao conhecido “quilate”) é a parte mais valorizada deste fruto. A sua utilização é usada na maior parte dos produtos que utilizamos, desde o sector alimentar (sobretudo pela sua capacidade espessante) ao sector farmacêutico até à gastronomia e à agropecuária.

São Brás de Alportel conhecido pela sua tradição ao nível da doçaria de alta qualidade tem vindo ao longo dos anos a apostar de forma crescente nos doces de alfarroba.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PSD: revisão do valor patrimonial tributário dos prédios rústicos vai penalizar áreas superiores a 50 ha?

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata (PSD) quer saber se o Governo confirma a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.