Início / Empresas / Santander assume compromisso colectivo de acção pelo clima

Santander assume compromisso colectivo de acção pelo clima

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Santander, depois do lançamento dos Princípios de Banca Responsável, juntou-se a outros 30 bancos signatários dos Princípios para anunciar um Compromisso Colectivo de Acção pelo Clima. O objectivo é dar passos tangíveis na implementação do compromisso assumido, para alinhar o seu negócio de acordo com os desafios climáticos internacionais.

O Compromisso Colectivo de Acção Climática estabelece acções concretas, sujeitas a prazos específicos para os bancos envolvidos, de forma a aumentar sua contribuição para a luta contra as alterações climáticas e alinhar a sua estratégia aos objectivos do Acordo de Paris sobre o clima.

Essas acções incluem, entre outras:

  • Alinhar as suas carteiras de crédito, para que reflictam uma economia de baixo carbono, resistente a alterações climáticas, e necessária para limitar o aquecimento global a um nível substancial de menos de dois graus, com a meta de chegar aos 1,5 graus celsius.
  • Adoptar medidas concretas, em menos de um ano desde a assinatura deste compromisso, e utilizar os seus produtos, serviços e relação com os clientes para facilitar a transição económica necessária para alcançar a neutralidade climática.
  • Assumir publicamente a responsabilidade pelo seu impacto no clima e do seu progresso no cumprimento destes objectivos.

A presidente do Banco Santander, Ana Botín, afirmou que “estamos muito orgulhosos de ser um dos fundadores signatários dos Princípios de Banca Responsável das Nações Unidas, e de integrarmos o Compromisso Colectivo de Acção pelo Clima para ajudar a alcançar os objectivos estabelecidos no Acordo de Paris”.

Ana Botín realçou que todas as empresas, governos e indivíduos “têm a obrigação de contribuir para superar os desafios globais lançados hoje, e o clima é um dos mais importantes. Se queremos ter um impacto duradouro nas comunidades e no meio-ambiente, cada entidade financeira deve unir-se ao nosso esforço comum para mobilizar os recursos do sector financeiro”.

Compromisso Colectivo de Acção pelo Clima

“O Compromisso Colectivo de Acção pelo Clima é até agora o instrumento de maior alcance, que pretende orientar o sector financeiro para a luta contra a alteração climática”, acrescenta Ana Botín.

O texto completo do Compromisso Colectivo de Acção pelo Clima e de todos os bancos participantes pode ser consultado aqui.

O Santander é um dos membros fundadores signatários dos Princípios de Banca Responsável da Iniciativa de Finanças do Programa do Meio Ambiente da ONU.

Na semana passada foi reconhecido como o banco mais sustentável do mundo, de acordo com o Dow Jones Sustainability Index (DJSI) 2019. O banco integra também outros índices que analisam e avaliam os esforços das empresas cotadas em matéria de sustentabilidade, como o FTSE4Good e o Bloomberg Gender-Equality Index.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Boticas entrega fardamento e equipamento de protecção individual aos Sapadores Florestais

Partilhar            O presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Queiroga, entregou na tarde de 12 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.